Quem é o Mascarado em ‘A Viagem’? Veja o rosto de personagem misterioso

Personagem é amigo de Tibério (Ary Fontoura) e costuma encantar as crianças da Vila com seus truques mágicos

Sabrina Castro, com supervisão de Vivian Ortiz Publicado segunda 18 outubro, 2021

Personagem é amigo de Tibério (Ary Fontoura) e costuma encantar as crianças da Vila com seus truques mágicos
Personagem era um velho conhecido de Carmem (Suzy Rêgo) - Divulgação TV Globo

Além da trama de amor entre Diná (Christiane Torloni) e Otávio Jordão (Antônio Fagundes), ou da história de vingança de Alexandre (Guilherme Fontes), ‘A Viagem’ também contava com o núcleo cômico da Vila. A pensão de dona Cininha (Nair Bello), senhora que disputava Tibério (Ary Fontoura) com dona Fátima (Lolita Rodrigues), a preguiça de Agenor (John Herbert)... Todas essas histórias se entrelaçavam - junto, claro, do misterioso Mascarado, que divertia as crianças com seus truques de mágica.

Acontece que o homem fantasiado de pierrô era Adonay (Bruno Moroni), o noivo desaparecido de Carmem (Suzy Rêgo). O fato foi revelado a Tibério (e, consequentemente, ao público) já na reta final da trama. Apesar disso, seu rosto demorou mais para aparecer - somente no capítulo 123, quando finalmente tomou coragem e contou sua história para a ex-noiva, ele removeu a máscara.

O jovem deixou a amada para fazer uma viagem com os pais e, no caminho, o avião em que ele estava caiu. Todos os outros passageiros morreram, mas Adonay sobreviveu, embora tenha tido boa parte do corpo queimada. Com vergonha do rosto, deformado pelo fogo, ele começou a usar a máscara para se esconder - mas voltou o Rio de Janeiro, tentando ficar perto da eleita e protegê-la. 


Adonay teve rosto deformado pelo fogo. (Crédito: Divulgação TV Globo)

QUAL O FINAL DO MASCARADO?
No começo, Carmem não reagiu nada bem: ela chegou a fugir, desesperada, quando o ex-noivo revelou seu novo rosto. Depois, ela ficou extremamente revoltada pelo amado ter deixado ela sofrer por sua morte durante tanto tempo - uma vez que a moça ficou sabendo da queda do avião, e imaginou que ele seria uma das vítimas.

Com o tempo, porém, eles vão se reaproximando. Carmem chega a acompanhar o personagem em cirurgias plásticas para reconstruir sua face. Adonay, porém, com medo de procedimentos cirúrgicos, desiste do tratamento e acaba fugindo da cidade. Ele deixa para trás apenas uma carta, se despedindo da amada.  No último capítulo, ele chega em uma cidade do interior do Rio de Janeiro, pronto para uma nova vida, enquanto Carmem se casa com Igor (Jayme Periard).


(Carmem e Adonay chegaram a reatar, mas não ficaram juntos no final da trama. Crédito: Divulgação TV Globo)

CONSTRUÇÃO DO PERSONAGEM
O Mascarado surgiu no 11ª capítulo da trama, segurando uma placa com a propaganda de um refrigerante nas proximidades da locadora de vídeo de Diná. Mais tarde, ele começou a ter maior destaque e construir uma sólida amizade com Tibério. 

Como o fantasiado faria apenas uma breve participação, dois atores desistiram do papel, que acabou ficando com Breno Moroni. Foi ele, inclusive, quem deu dicas para a construção do Mascarado: por não conseguir falar direito com a máscara, sugeriu que a personagem se comunicasse por gestos. Depois, deu a ideia de uma cena num triciclo, e também aconselhou os diretores, dizendo que o personagem poderia aparecer em cima de uma casa... Com isso, o público começou a querer saber mais sobre aquela pessoa misteriosa.

Em entrevista para o ‘Notícias da TV’, o ator ressaltou a representatividade do personagem para pessoas com queimaduras. "Eu virei um representante dos queimados, muitos vieram me procurar pra falar desse assunto, de como queimados são vistos como pessoas doentes, que as pessoas têm nojo de encostar, porque a pele está toda estranha. Adonay tinha várias questões sociais, era o queimado, o abandonado, tinha a solidão. ‘A Viagem’ foi arte, conseguiu levar uma mensagem, melhorar a vida das pessoas", declarou.

O QUE ACONTECEU COM BRENO MORONI?


Ator está montando um espetáculo de teatro online. (Crédito: Facebook)

Depois de seu trabalho na novela, o ator participou de outras produções da Globo, em produções como ‘Malhação’ (1999), ‘O Clone’ (2001),  ‘Kubanacan’ (2003) e ‘Um Só Coração’ (2004). Antes de seu principal trabalho, ele também participou das gravações de aberturas das novelas ‘Que Rei Sou Eu?’ (1989) e ‘O Salvador da Pátria’ (1989).

Já em 2005, o ator se mudou para a Europa, passando por países como como Portugal, Inglaterra, Espanha e Itália, onde continuou fazendo teatro, cinema e trabalhos na TV. Ele voltou para o Brasil, e, atualmente, mora em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, onde trabalha com algumas companhias de teatro. Ainda em entrevista para o ‘Notícias da TV’, o artista contou que diversificou seu trabalho por causa do isolamento social decorrente da pandemia: agora, está montando um espetáculo online e desenvolvendo o projeto de um filme.

Último acesso: 27 Nov 2021 - 21:53:24 (1151095).