AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Taís Araujo apoia um possível remake de ‘Xica da Silva’ após sucesso de ‘Pantanal’

Taís Araujo indicou nomes de atrizes que poderiam viver a personagem em uma nova versão

Da Redação Publicado em 01/06/2022, às 15h53

Tais Araujo disse que a personagem Xica da Silva merece um "novo olhar" - Reprodução/Instagram
Tais Araujo disse que a personagem Xica da Silva merece um "novo olhar" - Reprodução/Instagram

Taís Araujo disse que apoia a ideia da Globo produzir um remake de ‘Xica da Silva’ diante do sucesso de ‘Pantanal’ e, inclusive, indicou atrizes que poderiam interpretar a protagonista na novela.

"Tem Jéssica Ellen, Jennifer Dias, Dandara Albuquerque, Dandara Mariana. Acho que tem que revisitar essa história agora com um outro olhar”, comentou Tais em entrevista ao TV Fama.

A atriz, que viveu Xica da Silva na versão da Manchete com apenas 17 anos, disse: “Tinha um olhar muito naturalizado há vinte e cinco anos, e eu acho que merece a gente olhar de novo para essa história, essa mulher”.

O folhetim de Walcyr Carrasco é baseado na personagem histórica Chica da Silva, filha de um português e de uma mulher escravizada, que conseguiu a liberdade e alcançou status e ascensão social no século 19, quando a sociedade brasileira era abertamente racista.

Com o sucesso de ‘Pantanal’, também originalmente da Manchete, a Globo ficou animada para produzir remakes da antiga emissora, segundo o site Notícias da TV. Algumas das histórias que podem ser adaptadas são ‘Ana Raio e Zé Trovão’, ‘Mandacaru’, e ‘Tocaia Grande’, grandes sucessos dos anos 1990.

PROBLEMAS NOS BASTIDORES

Taís Araújo expôs uma situação constrangedora vivida na época em que protagonizou a novela ‘Xica da Silva’ (1996). Aos 17 anos, a atriz se recusou a gravar uma cena de sexo anal para a trama e recebeu diversas críticas do autor Walcyr Carrasco devido à decisão. 

“No momento em que eu neguei fazer uma cena de sexo anal, Walter Avancini e Walcyr Carrasco foram publicamente dizer que eu estava transformando a Xica da Silva em Maria Chiquinha", relembrou Tais em entrevista ao ‘Roda Viva’, na última segunda-feira (15). 

Zezé Motta estava presente no bate-papo e não escondeu sua indignação ao ouvir o depoimento da colega.“Essa história que você contou eu nunca soube", disse. 

Na trama de 1996, a veterana deu vida à mãe da protagonista - Maria da Silva. Em concordância, Zezé Motta afirmou que já foi erotizada diversas vezes ao longo da carreira devido à pele negra

O assunto também já havia sido abordado por Zezé através das redes sociais. “O sexo sempre esteve muito presente na minha carreira. Foram inúmeros os papéis onde eu expunha o meu corpo a favor da arte. Nunca vi isso como ser vítima do estereótipo racista que a mulher negra é mais fogosa. Isso é um mito”, desabafou. 

Confira:

{# Taboola Newsroom #}