AnaMaria

'A Dona do Pedaço': Personagem morrerá após fazer aborto em clínica clandestina

Veja quem será o próximo a morrer em 'A Dona do Pedaço'

Da Redação Publicado em 31/05/2019, às 14h24 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Edilene (Cynthia Senek) em 'A Dona do Pedaço'. - Globo/João Cotta.
Edilene (Cynthia Senek) em 'A Dona do Pedaço'. - Globo/João Cotta.

Depois da semana de estreia marcada por uma chacina e mortes de diversos personagens da primeira fase, Walcyr Carrasco tem mais cartas na manga para os próximos capítulos de 'A Dona do Pedaço'.

Segundo informações da colunista Patrícia Kogut, a empregada Edilene (Cynthia Senek) morrerá após ter um caso com Otávio (José de Abreu), que é casado com Beatriz (Natália do Vale).

Para tentar forçar o chefe a acabar com o casamento, a garota irá furar as camisinhas antes de ter relações sexuais, justamente para engravidar e dar um golpe.

Depois que atinge seu objetivo, a empregada ficará chocada quando Otávio se irritar e pedir para que ela faça um aborto. O pai de Vivi (Paolla Oliveira) dá toda a assistência para a jovem, incluindo dinheiro para o procedimento e um flat.

MORTE E VINGANÇA
Mesmo com o pé atrás, a filha de Cosme (Osvaldo Mill), vai parar em uma clínica clandestina, e sofrerá maus bocados após o aborto. O motorista da família Guedes receberá um telefonema comunicando o paradeiro de Edilene.

"Ela tentou fazer um aborto. Provavelmente, numa clínica clandestina. Alguma coisa deu errada, ela foi atirada na rua, com hemorragia. Foi resgatada há pouco", dirá a enfermeira, levando Cosme até a maca em que a garota se encontra.

Em seus últimos momentos de vida, Edilene revela para o pai que o responsável por seu sofrimento foi Otávio.