AnaMaria
Últimas Notícias / Investigações

Advogado afirma que jovem foi vítima de ação criminosa em praia do Espírito Santo

Segundo familiares, a namorada não está envolvida no crime contra rapaz que teve barriga aberta

Da Redação Publicado em 02/02/2022, às 15h38

Advogado afirmou que crime contra jovens foi realizado durante um luau no ES - Reprodução/Prefeitura de Guarapari
Advogado afirmou que crime contra jovens foi realizado durante um luau no ES - Reprodução/Prefeitura de Guarapari

O advogado Lécio Machado, que está à frente do caso em que um rapaz acordou com a barriga aberta em uma praia do Espírito Santo, se pronunciou sobre o ocorrido nesta quarta-feira (2). Segundo os familiares do casal envolvido, os jovens foram ‘vítimas de uma ação criminosa’.

Em nota, o profissional negou o envolvimento da namorada do rapaz no ato e desmentiu os boatos que estavam circulando nas redes sociais. A família alega que, na verdade, o corte feito no jovem de 20 anos foi realizado por um grupo de pessoas, que não tiveram a identidade descoberta.

"Considerando a grande repercussão social e o elevado número de especulações fantasiosas lamentavelmente divulgadas (...), as famílias envolvidas no caso resolveram em conjunto vir a público, através do seu advogado, Dr. Lécio Machado, para esclarecer que os seus filhos foram vítimas de uma ação criminosa e violenta praticada por terceiros ainda desconhecidos, durante um luau que realizavam à dois naquela data e localidade”, diz o comunicado.

Na sequência, o advogado reforçou que, por ser um momento intenso, as famílias e os jovens preferiram manter os fatos sob sigilo para preservar sua segurança e imagem, uma vez que sofreram violência física e psicológica.

“O casal tem recebido todo o atendimento médico-hospitalar necessário e encontra-se em pleno processo de recuperação. Confiamos nas investigações promovidas pela 5ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Guarapari e esperamos que os responsáveis pelo crime sejam encontrados e punidos”, conclui.

ENTENDA

Um jovem de 20 anos acordou com a barriga aberta e com os órgãos à mostra, no último dia 16 de janeiro, na Praia do Ermitão, em Guarapari, Espírito Santo. O rapaz, que não teve o nome revelado, estava acompanhado da namorada quando o caso aconteceu e ambos teriam usado substâncias alucinógenas, mais especificamente o LSD, como afirma o jornal Estado de Minas.

A vítima em questão foi socorrida pelo Samu e internada em um hospital de Vitória, onde deu entrada por volta das 7h30 do dia do ocorrido. Ele já foi transferido para uma instituição médica particular, onde ainda está internado. O quadro é estável, segundo a Polícia Militar.

As imagens do local obtidas até o momento não mostraram movimentação de outras pessoas na reserva. No entanto, uma nova perícia no local e outras imagens podem ser solicitadas ao longo da investigação.