AnaMaria

Alessandra Negrini reflete sobre isolamento social: ''Precisamos ser solidários''

A atriz também pontuou a importância das causas sociais

Da Redação Publicado em 02/06/2020, às 12h58 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

''Quem é figura pública pode ajudar a ampliar a voz de quem precisa'', disse a artista - Instagram
''Quem é figura pública pode ajudar a ampliar a voz de quem precisa'', disse a artista - Instagram

Alessanda Negrini costuma usar as redes sociais para mostrar aos fãs como está a sua rotina durante o período de isolamento social. Em entrevista ao GShow, divulgada nesta terça-feira (2), ela explicou melhor o que faz para se distrair.

"Geralmente me dedico às tarefas domésticas, à rotina, faço meditação e exercício todo dia. Às vezes, acordo rebelde e faço o que me dá vontade no momento. Também é bom. Assisto filmes e leio, ponho música para tocar quase que o dia todo. Tenho aplicativos de rádios ao redor do mundo. Ouço jazz, soul, música indiana, africana e samba aos domingos", disse.

A atriz explicou que esse momento é importante para compartilhar mensagens de reflexão, principalmente sobre causas sociais. 

“Quem é figura pública pode ajudar a ampliar a voz de quem precisa ser ouvido. São muitas as causas importantes, os povos indígenas estão em situação de grande vulnerabilidade assim como as periferias", continuou.

Além disso, pontuou que a classe artística está vivendo um período turbulento: "Os artistas e técnicos do audiovisual e do teatro, que não vão poder trabalhar tão cedo. Precisamos ser solidários e qualquer um pode ajudar quando quer", ressaltou.

Sobre o futuro, Alessandra disse que espera que as pessoas fiquem mais fortes e passem a combater a desigualdade.

"Acho que ficou claro para todo mundo, até para quem não queria ver, que somos uma coletividade e que todos, mas todos mesmo, somos afetados por ela. Não tem muro de condomínio, área vip, que nos proteja uns dos outros. Não podemos aceitar mais viver num país tão desigual", concluiu.