AnaMaria

Alexandre Nero é acusado de dever dinheiro para ex-funcionários de estabelecimento, diz colunista

Empregados estão tentando entrar com um acordo extra-judicial

Da Redação Publicado em 12/02/2019, às 15h45 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

O ator Alexandre Nero. - Reprodução/ Instagram
O ator Alexandre Nero. - Reprodução/ Instagram

Alexandre Nero foi acusado de dever dinheiro por ex-funcionários do salão Glow Estilo & Beleza Salão de Cabeleireiro, no qual era sócio. O ator deixou a sociedade em 2018, mas os débitos são referentes ao período em que ele ainda aparecia como contribuinte. As informações são do colunista Léo Dias.

Na época, Alexandre e os demais sócios deviam mais de R$180 mil em dívidas trabalhistas, segundo os ex-funcionários. Eles ainda disseram que todo o período de trabalho foi sem contrato, e alegaram também que tentaram esclarecer a situação amigavelmente.

Procurado por Léo, a assessoria de imprensa afirmou que Nero chegou a participar da sociedade do salão, mas apenas como sócio investidor, “sem ter exercido qualquer função administrativa”, e que ele “não tem conhecimento de possíveis reclamações trabalhistas ou irregularidades relativas à contratação de funcionários”.

“Ao deixar a sociedade do salão, firmou com as sócias remanescentes um termo de acordo de retirada de sócio, no qual eles se comprometem a assumir qualquer responsabilidade por dívidas contraídas pelo salão, sob a gestão das mesmas. Ressalta-se que, ao se retirar da sociedade, o Alexandre Nero arcou com todas as dívidas informadas pelas sócias no momento em que decidiu não continuar como sócio”, relata a assessoria.