Amanda Lee revela processo que lhe trouxe bem-estar após perder 26 kg

A atriz contou sobre sua reeducação alimentar, que vai além de uma simples dieta

Karla Precioso Publicado segunda 27 julho, 2020

A atriz contou sobre sua reeducação alimentar, que vai além de uma simples dieta
A celebridade equilibra a carreira de atriz com o triatlo - Nana Moraes

Atriz de novelas como ‘A Indomada’ (1997), da Globo, e ‘Vidas em Jogo’ (2011), da RecordTV, Amanda Lee se divide entre a arte e o triatlo. Antes de embarcar na modalidade que virou sua paixão, ela emagreceu 26 kg após ganhar peso em suas duas gestações e viver uma personagem que ‘pedia’ uma silhueta cheinha. 

Aos 41 anos, exibindo um corpo enxuto, ela revelou à AnaMaria seu processo de emagrecimento, que prioriza, acima de tudo, a saúde e o bem-estar físico e emocional: a reeducação alimentar. 

O método vai além de uma simples dieta. A questão não é ficar magra, porém conquistar mais qualidade de vida na hora de fazer as refeições. 

EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL E A RELAÇÃO COM A COMIDA 
Como sempre foi amante da prática de esportes, a atriz acreditou que poderia curtir as gravidezes sem restrições quanto à alimentação, pois conseguiria recuperar a forma de antes facilmente. 

No entanto, não foi bem assim. Ela precisou da ajuda de uma profissional funcional para seguir um plano saudável de emagrecimento e, assim, mudar a sua relação com a comida. Iniciou o processo de reeducação alimentar aliada à prática de atividade física. 

“O processo leva tempo, mas, com paciência, determinação e força de vontade, a gente chega lá. E eu cheguei: 26 kg foram eliminados e um novo estilo de vida alcançado. Demorou cerca de dois anos para retornar ao peso que eu queria. Precisei abandonar antigos padrões. O plano alimentar inicial foi restritivo e precisou de uma dose extra de motivação para ser seguido. Cortei tudo que me fazia mal. Não foi fácil, mas estava focada. Às vezes, as pessoas querem emagrecer, no entanto, não fazem por onde ou, então, esperam um resultado imediato. Não há milagre. Eu tive disciplina para acordar cedo e me exercitar, olhar as pessoas comendo certos alimentos e aceitar que não podia comê-los... Precisei seguir à risca um cardápio que a nutricionista indicou. E lá se vão seis anos em que voltei à minha forma original”, contou Amanda. 

Quando se refere a cortar o que lhe fazia mal, ela se refere a alimentos que, a longo prazo, podem causar inflamações e prejudicar o metabolismo. Essas restrições foram descobertas por meio de exame de intolerância alimentar. No caso dela, leite, ovo e camarão foram eliminados. Porém, a restrição depende do organismo de cada pessoa.

 “Troquei o leite de vaca pelas opções vegetais (de arroz e aveia), ricas em fibras, carboidratos, antioxidantes, gorduras boas e proteína”, completa. 

AUTOESTIMA ELEVADA 
“Quando deixei de amamentar, tive que me enxergar não só como mãe, mas como mulher também. Olhava no espelho e, ao mesmo tempo que sentia uma felicidade enorme, a forma física estava diferente. Se eu falar que isso não mexeu comigo, estarei mentindo. Só dependia de mim mudar esse quadro. Aprendi com a minha mãe a transformar a dor em combustível para fazer o que quero. Então, em vez de ficar presa ao que me incomodava, agi para transformar o cenário”, declara. 

Especialistas são unânimes: cuidar da autoestima é primordial. Quando estamos bem conosco mesmas, tudo tende a ficar melhor. Daí, basta colher os bons frutos.

EQUILÍBRIO É A PALAVRA-CHAVE 
Não há mistério: o equilíbrio é o segredo para tudo na vida. Temos que manter uma qualidade boa na alimentação e se exercitar. Cuidando da saúde, automaticamente, o corpo responde a favor. 

“Sou chocólatra. Doce é meu ponto fraco. O que fazer então? Chutar o balde e comer açúcar até não querer mais ou passar vontade, se privar de algo de que você tanto gosta? Repito: basta ter equilíbrio e fazer as escolhas certas. Dá para preparar um belo brigadeiro sem leite condensado, por exemplo. A receita supre muito bem a vontade do tal docinho. E há tantas outras versões magras e tão gostosas quanto as originais hoje em dia à nossa disposição”.

A VONTADE DE COMER
Em tempo de isolamento social, é natural que as pessoas comam mais. De acordo com Amanda, a dica para fugir dessa armadilha é manter a mente ocupada. Isso porque, muitas vezes, comemos porque estamos com vontade de comer, e não com fome. 

Há uma diferença grande aí. É natural que, por conta da quarentena, a ansiedade aumente e atacar a geladeira acaba sendo um refúgio. Entretanto, não podemos compensar nossos sentimentos em outras coisas, principalmente quando sabemos que a consequência não será boa nem resolverá o problema. 

Por isso, o emagrecimento é apenas um dos pilares da reeducação alimentar. Você deve encará-la como um método que garantirá uma vida mais saudável, com mais disposição e tranquilidade.

ESCRAVA DA ESTÉTICA, JAMAIS! 
“Vivemos numa sociedade que, infelizmente, ainda está muito ligada à estética e a determinados padrões. O culto à beleza na minha profissão, por exemplo, sempre teve um peso grande. Mas nunca fui escrava disso. Jamais podemos nos sentir oprimidas por ter que estar sempre ‘perfeita’ aos olhos das pessoas por aí. Procuro viver com qualidade. Aliás, sempre quis viver de uma forma que a minha felicidade viesse em primeiro lugar. E seguir uma rotina saudável é fundamental nesse processo. Praticar esporte, fazer o que me dá prazer, gostar do que vejo no espelho... Ou seja, viver cada dia da melhor forma que eu puder. É isso o que me faz bem”, garante Amanda Lee, que é casada com o ex-jogador de vôlei Nalbert.

PARA UMA REEDUCAÇÃO ALIMENTAR BEM-SUCEDIDA... 

  • Fuja das dietas muito restritivas. 
  • Faça, no mínimo, duas refeições de qualidade.
  • Beba 2 litros de água por dia, para limpar as toxinas do corpo.
  • Evite alimentos refinados, industrializados e prefira vegetais crus. 
  • Reeduque o paladar (as saladas, sopas e os legumes vão passar a ser mais saborosos quando você deixar de comer alimentos industrializados, repletos de aromatizantes e realçadores de sabor). 
  • Dedique-se de verdade. Só comece quando estiver pronta. 

PALAVRAS DE ESPECIALISTAS
“O emagrecimento pela reeducação alimentar ensina a comer de forma correta, diminuindo o risco do efeito sanfona. Com foco na qualidade e quantidade dos alimentos, essa estratégia permite que a meta seja alcançada sem tanto sofrimento. É um bom caminho para corpo e mente sãos.”, afirma Ellen D’arc, nutricionista da Bio Mundo.

Com relação à atividade física, o Vigilantes do Peso sugere começar com uma caminhada de 30 minutos. Outra opção é tirar um momento do dia para dançar as músicas que você gosta de ouvir. Faça atividades aeróbicas, como hidroginástica, por exemplo. O importante é escolher um exercício físico que dê prazer ao mesmo tempo que ajude a queimar calorias.

CARDÁPIO LIGHT
Crepioca 
crepioca
(Foto: Banco de Imagem/Getty Images)

Ingredientes

  • 2 ovos 
  • 2 colheres (sopa) de goma de tapioca
  • Sal a gosto
  • 1 pitada de pimenta-do-reino
  • 1 xícara (chá) de peito de frango cozido, desfiado e temperado a gosto

Modo de Preparo 
Bata os ovos com um garfo. Junte a goma, o sal, a pimenta e bata novamente. Adicione o frango e misture. Transfira para uma frigideira antiaderente, untada com um fio de óleo de coco, e leve ao fogo baixo. Doure dos dois lados. Sirva.

Brigadeiro de Colher
brigadeiro
(Foto: Banco de Imagem/Getty Images)

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de água quente
  • 1xícara (chá) de leite de coco em pó (ou leite em pó)
  • 3 colheres (sopa) de xilitol (ou açúcar de coco ou demerara)
  • 3 colheres (sopa) de cacau em pó
  • ½ colher (sopa) de manteiga ghee

Modo de Preparo 
Misture bem os ingredientes e leve ao fogo baixo, mexendo até soltar do fundo da panela.
 

Último acesso: 24 Jul 2021 - 05:18:21 (1117930).