AnaMaria
Últimas Notícias / Polêmica

Andressa Urach afirma que Tati Minerato aplicou hidrogel: ''A mesma reação que deu em mim''

Ex-fazendeira disse que Minerato revelou ter usado a substância em conversa particular

Da Redação Publicado em 03/09/2020, às 14h37 - Atualizado às 14h38

Andressa Urach afirma que Tati Minerato aplicou hidrogel - Reprodução/Instagram
Andressa Urach afirma que Tati Minerato aplicou hidrogel - Reprodução/Instagram

Andressa Urach abriu o jogo sobre o caso de Tati Minerato durante uma entrevista com o colunista do portal 'Metrópoles', Leo Dias. Nesta quinta-feira (3), a ex-fazendeira exibiu prints de uma conversa com a loira, na qual Tati conta que havia aplicado hidrogel, substância que quase causou a morte de Urach em 2015. 

"Tati Minerato me confessou no WhatsApp que colocou hidrogel, o mesmo produto que quase me matou. Nunca vou aceitar uma pessoa que um dia ajudou a salvar minha vida sofrer uma injustiça dessas. Dr. Felipe foi ajudar ela a retirar o hidrogel do corpo e essa reação que deu nela foi a mesma reação que deu em mim. E é a mesma reação que vai dar em qualquer pessoa que tenha esse produto no corpo e tente retira-lo", disse a morena. 

Logo em seguida, Urach afirmou que ficou entre a vida e a morte durante o processo de retirada da substância. 

“Eu passei por 22 cirurgias para retirar o hidrogel do meu corpo e quase morri em todas elas. Em uma das retiradas do hidrogel, fiquei em coma e cheguei a ter sepse, todo mundo viu que quase morri. Imagina se eu fosse processar todos os médicos que tentaram me ajudar a retirando esse produto?", perguntou. 

Depois das declarações da estudante de jornalismo terem sido divulgadas, Minerato reafirmou que o médico foi o responsável pelo procedimento que lhe causou problemas de saúde. 

"Esse homem já cometeu vários crimes, me expôs! Eu nem sei o que ele quer? Fui lá como uma paciente normal, ele deixou meu peito de tamanhos diferentes. Fora tudo que eu sofri. Divulgar as fotos foi bastante doloroso pra mim. Agora, já entrei com a ação na Justiça e ele vai ter que provar tudo que fala", destacou.