AnaMaria

Anitta promove live para debater questões raciais no Brasil

Cantora afirmou já ter minimizado o preconceito

Da Redação Publicado em 03/06/2020, às 08h39 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

Anitta debate questões raciais com advogadas - Instagram/@anitta
Anitta debate questões raciais com advogadas - Instagram/@anitta

Anitta decidiu fazer uma live na noite da última terça-feira (2) para conversar com as militantes Silvia Souza e Juliana Souza sobre o racismo no Brasil.

Durante a conversa, a cantora confessou que já minimizou as questões raciais, mas com o passar do tempo percebeu a importância do debate.

"Achava, 'Ah, gente, está se vitimizando. Agora, tudo te olham torto porque você é negra. Pensava assim'. Até que a minha bailarina Arielle Macedo começou a me explicar coisas. Comecei a perceber muito e fui aprendendo", começou.

Na sequência, ela revelou que escutou de outras pessoas que era "esperta" por ter bailarinas negras, assim não chamaria tanta atenção.

"Eu coloquei porque elas são lindas e dançavam bem. Aprendi a dançar com elas. Na época, fiquei revoltadíssima. Nunca falei para elas. Ouvia isso o tempo todo", completou.

Por fim, Anitta aproveitou para mandar um recado.

"Aprenda e se interesse porque existe sim racismo, por mais que você pense, 'eu não sou preconceituoso'. Várias atitudes... eu aprendo a cada dia coisas que têm origem preconceituosa. Aprendo a não fazer", afirmou.