AnaMaria
Últimas Notícias / Polêmica

Anitta sai em defesa de Xanddy após acusação de intolerância religiosa contra o cantor

Anitta defende Xanddy após cantor ter sido acusado de intolerância religiosa

Da Redação Publicado em 08/08/2019, às 12h05 - Atualizado em 18/08/2019, às 10h56

Anitta e Xanddy - Reprodução/Instagram
Anitta e Xanddy - Reprodução/Instagram

Anitta decidiu se manifestar sobre as acusações de intolerância religiosa contra Xanddy, vocalista do grupo Harmonia do Samba. 

A cantora, que é do candomblé, fez questão de escrever um texto de apoio para o amigo. 

"Internet hoje em dia não está fácil não. Todo mundo sabe que sou do batuque e está lá Xandão cantando na minha casa todo ano. Deu esse abraço gostoso aí em meu guia do candomblé e a festa seguiu com gente de todo tipo", começou. 

"Tinha amigo da igreja, do axé, família da mamãe católica. E enquanto escrevo isso para você coincidentemente escuto a música 'Me ajude a melhorar' do Eli Soares, que é uma das minhas favoritas principalmente quando quero rezar", afirmou a cantora. 

De acordo com ela, as pessoas estão criando intrigas com tudo. "Povo tem é que parar de criar problema com tudo e cuidar da natureza que seguem destruindo enquanto pregam na internet. Quando acabar a natureza não vai ter oxigênio nem para cristão, nem para católico, nem umbanda, nem candomblé, nem mais nada", disse Anitta. 

ENTENDA O CASO

A atriz Lua Xavier publicou em seu perfil no Instagram uma acusação contra o cantor Xanddy na última segunda-feira (5). Ela foi acompanhar uma apresentação do grupo Harmonia do Samba. 

Na publicação, o cantor está interpretando a música "Raiz de Todo Bem", comumente interpretada por Saulo. "Comecei a filmar depois de um minuto de música rolando porque eu não conseguia acreditar no que estava acontecendo. Pois bem. Xanddy suprimiu a frase “do canto Candomblé” durante toda a música. Um desrespeito sem tamanho. Se por questões religiosas, morais ou seja lá o que for, ele não pode pronunciar a palavra “Candomblé” então deveria tirar essa música do repertório. Simples assim", afirmou. 

No texto, Lua ainda chama a atenção pelo fato do cantor ser evangélico e faz um apelo: " Respeite o nosso sagrado! Respeite a nossa fé! Principalmente você que canta 'respeite quem pôde chegar aonde a gente chegou'. Se não pode pronunciar a palavra Candomblé, retire a música do seu repertório. Fico no aguardo!", finalizou.  

O OUTRO LADO 

As acusações feitas por Lua inflamaram a web, obrigando o cantor a se manifestar. 

Em seu próprio perfil no Instagram, ele se decidiu se defender. "Fui acusado e exposto e exposto na internet, onde pessoas que não me conhecem intimamente, estão, infelizmente, reduzindo o meu caráter de forma irresponsável e tóxica", disse. 

"Eu respeito e amo o ser humano seja ele católico, espírita, umbandista, candomblecista, judeus, budistas, evangélico... Acima de tudo procuro respeitar a história, particularidade e trajetória de todos, aprendendo a cada dia. Muitas vezes, encontro nas incontáveis viagens que faço pessoas das religiões de matrizes africanas (principalmente na minha terra, na Bahia) e quase sempre, recebo um abraço gostoso, que vem acompanhado de palavras doces e, obviamente, tento corresponder à altura", explicou Xanddy.