AnaMaria

Arthur do Val quer fim da meia-entrada em São Paulo: ''Para ampliar acesso à cultura''

Deputado afirmou que benefício gera distorção social e impacto econômico negativo

Da redação Publicado em 29/10/2021, às 10h39 - Atualizado às 10h40

Projeto de Arthur do Val vai agora à sanção do governador João Dória. - Alesp
Projeto de Arthur do Val vai agora à sanção do governador João Dória. - Alesp

Arthur do Val (Patriotas) criou um verdadeiro alvoroço nas redes sociais, na última quinta-feira (28), ao anunciar seu mais novo projeto, o qual visa dar fim à meia-entrada de estudantes em eventos artísticos e esportivos no estado de São Paulo.

Segundo o deputado, o objetivo da medida é "acabar com a distorção social que a meia-entrada causa e o impacto econômico negativo que ela gera no setor cultural". Aprovado na  Alesp(Assembléia Legislativa de São Paulo), na última quarta-feira (27), o projeto vai agora à sanção do governador João Dória. 

"As políticas públicas de meia-entrada vigentes são, escancaradamente, feitas para privilegiar certos grupos que exercem pressão no Poder Legislativo (estudantes, professores, etc...). Um estudante rico paga meia-entrada no cinema, enquanto um trabalhador braçal pobre – que, ironicamente, não estuda porque é pobre – paga a entrada inteira", afirma o texto proposto.

Nas redes sociais, alunos de instituições públicas e privadas se juntaram para refutar a nova lei de Arthurl. "Você acabou com os estudantes de baixa renda", afirmou um. "Pelo amor de Deus! Vai acabar com o acesso à cultura", declarou outro. "Eu gostava de você, agora você corta um dos poucos benefícios que o estudante tem. Vacilou muito", disse um terceiro. 

Confira: