AnaMaria
Últimas Notícias / Polêmica

Bárbara Evans destaca que não influenciou no término do relacionamento da mãe

Monique Evans se separou da namorada, a DJ Cacá Werneck

Da Redação Publicado em 08/10/2020, às 15h28 - Atualizado às 15h48

Bárbara Evans destaca que não influenciou no término do relacionamento da mãe - Reprodução/Instagram
Bárbara Evans destaca que não influenciou no término do relacionamento da mãe - Reprodução/Instagram

Após o término do relacionamento de Monique Evans e Cacá Werneck, Bárbara Evans surgiu nas redes sociais para declarar que não está envolvida na decisão do casal de se separar. 

A loira publicou uma sequência de vídeos nos Stories do Instagram, nesta quinta-feira (8), nos quais afirmou que a mãe e a ex-amada que optaram pelo término. 

"Minha mãe já é grandinha, a Cacá já é grandinha. Eu tenho a minha vida, meu marido. Tenho minhas coisas, eu cuido da minha relação. Elas já são grandinhas o suficiente para cuidar da relação delas", começou a ex-fazendeira. Logo em seguida, Bárbara explicou que ajudava a dupla quando era requisitada, mas não teve qualquer envolvimento com a situação. 

"Eu sempre ajudei quando existiam problemas. Sempre escutei uma e outra. Se uma não quer mais a outra e a outra quer terminar, não tenho nada a ver com isso. O que tenho a ver? Vocês acreditam mesmo que eu tenho o poder de separar uma pessoa que ama da outra? Ninguém tem esse poder. Muito menos eu. Vocês acham que eu quero mal de alguém? Eu só quero que elas sejam felizes e não tenho nada a ver com isso", relembrou.

SUSTO COM DOENÇA
A influenciadora revelou que, enquanto a mãe estava diagnosticada com a COVID-19, fez o possível para ajudá-la. "Eu mandava todos os dias comida para ela. Fiquei preocupada, mas graças a Deus ela está ótima, já. Vai vir aqui para a casa ficar um pouco comigo. Ela não conhece a minha casa ainda, vai ficar um pouco com a gente. Eu só quero o bem da minha mãe. Não tenho poder nenhum de separar duas pessoas que se amam, e jamais faria isso", contou. 

E destacou:  "Sempre apoiei as duas. Sempre apoiei, escutei os dois lados. Tentei amenizar em todas as brigas possíveis". Para finalizar, Bárbara disse que se sente triste pelo julgamento das pessoas. 

"Em todas as matérias que dei, de matéria e entrevista, sempre apoiei elas. E não foi só falar, também foram gestos. Em qualquer lugar sempre apoiei a minha mãe, a felicidade dela, a família aceitou a Cacá de braços abertos. Ela faz parte da nossa família. Agora estão falando isso tudo. Eu acho tudo muito injusto. Fui a primeira pessoa que apoiou", concluiu.