AnaMaria
Últimas Notícias / Polêmica

‘BBB20’: Petrix Barbosa já tem conhecimento da intimação que recebeu, afirma delegada 

‘BBB20’: Petrix Barbosa já sabe que foi intimado pela Polícia Civil, diz delegada

Da Redação Publicado em 04/02/2020, às 19h46 - Atualizado às 19h47

'BBB20': Petrix Barbosa já sabe sobre a intimação da Polícia Civil - Instagram: @petrixbarbosa
'BBB20': Petrix Barbosa já sabe sobre a intimação da Polícia Civil - Instagram: @petrixbarbosa

Após as polêmicas envolvendo o participante do ‘Big Brother Brasil 20’, Petrix Barbosa, o portal UOL, realizou uma entrevista com a delegada Juliana Ermenique, divulgada nesta terça-feira (4). 

A responsável pela intimação contra o ginasta explicou alguns detalhes a respeito do caso do rapaz e ressaltou que caso ele não seja eliminado por votação popular no paredão, que vai ao ar nesta noite, será obrigado a deixar o programa. 

A delegada também assegurou que as vítimas de assédio, Bianca Andrade e Flayslane, também deverão depor, mas suas participações na atração não serão prejudicadas. 

“Nós vamos fazer de tudo para que elas sejam ouvidas dentro do jogo. As meninas poderão ser, sim, ouvidas no confessionário. Iremos até os Estúdios Globo. Como ele é o investigado, não vai ter essa possibilidade. Ele vai ter que sair", declarou. 

Além disso, Juliana explicou que o confinado já sabe sobre a existência de uma intimação contra ele: "Ele já foi avisado da intimação pelo jurídico do programa. Espero que isso seja um recado para os outros homens que estão lá confinados: para que respeitem as meninas lá presentes". 

ENTENDA 

Petrix vem sendo acusado de assédio, desde a última sexta-feira (31). Entretanto, as denúncias chegaram às autoridades e de acordo com um comunicado enviado ao site 'Hugo Gloss', pela Polícia Civil, na última segunda-feira (3), a 'Delegacia Especial de Atendimento à Mulher' (DEAM) de Jacarepaguá, entregou uma intimação no departamento jurídico da TV Globo.

O comunicado informa que o ginasta tem até sexta-feira (7), para deixar o confinamento e prestar depoimento a respeito dos casos. A polícia ainda ressaltou que se o jogador for eliminado por meio da votação popular, ele poderá ser ouvido na terça-feira (4).

"Nenhum assédio será tolerado", assegurou a delegada Juliana Emerique, do DEAM.