AnaMaria
Últimas Notícias / Política

Bolsonaro bate o martelo e acaba com o horário de verão neste ano

O porta-voz do presidente informou na última sexta-feira (5) sobre a decisão do governante

Da Redação Publicado em 06/04/2019, às 08h44 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

O presidente Jair Bolsonaro. - Reprodução/ Instagram
O presidente Jair Bolsonaro. - Reprodução/ Instagram

Jair Bolsonaro decidiu que a temporada de 2019/2020 não terá horário de verão, como era de costume há cerca de 87 anos. Otávio Rêgo Barros, porta-voz do presidente, informou sobre a decisão do governo.

Ainda que a medida valha para 2019, não há posição para os anos seguintes, conforme disse Otávio. “Para o próximo ano, faremos avaliação posterior”, declarou.

Segundo o porta-voz, uma pesquisa do Ministério de Minas e Energia confirmou que 53% dos entrevistados pediram o fim do horário de verão.

Também na sexta-feira, Jair Bolsonaro se reuniu em um café da manhã em Brasília (DF), com um grupo de jornalistas incluindo Luciana Gimenez, Mariana Godoy e Mauro Tagliaferri. Na ocasião, ele cogitou o fim do período.

PRONUNCIAMENTO
Instantes depois que Barros divulgou a decisão do governo, Bolsonaro decidiu confirmar a notícia em suas redes sociais.

“Após estudos técnicos que apontam para a eliminação dos benefícios por conta de fatores como iluminação mais eficiente, evolução das posses, aumento do consumo de energia e mudança de hábitos da população, decidimos que não haverá Horário de Verão na temporada 2019/2020”, falou.

Em 2010, o Brasil economizou cerca de R$ 1,4 bilhão por conta do horário de verão. As informações são do Ministério de Minas e Energia. Também de acordo com o órgão, entre 2010 e 2014, a luz do sol como aproveitamento da energia gerou R$835 milhões para os consumidores.