AnaMaria

Bom senso no grupo do WhatsApp

Lições úteis para não ser a chata na turma do aplicativo

Izabel Duva Rapoport Publicado em 28/07/2017, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Bom senso no grupo  do WhatsApp - Shutterstock/Reprodução
Bom senso no grupo do WhatsApp - Shutterstock/Reprodução
Grupos no WhatsApp são excelentes para quem precisa se comunicar com muita gente ao mesmo tempo... mas também podem causar aborrecimentos. Vídeos e fotos em excesso, correntes, pornografia e mensagens em horários impróprios são as principais reclamações dos usuários. Para evitar conflitos, a especialista em imagem pessoal e comportamento digital Daniela Zanardo criou um manual de etiqueta para nos ensinar a lidar com essas situações e até, se for o caso, como deixar o grupo sem confusão. 

Regras de ouro do zapzap

Envie com moderação 
Despachar vários vídeos e fotos, por mais legais que sejam, podem pesar o celular dos outros – e perder a fofura rapidinho.

Respeite horários 
Nada de mensagens de madrugada. Se a insônia te pegou, não atrapalhe o sono dos outros. Prefira um chá de camomila. 

Evite textões 
Seja o mais direta possível para não ocupar o tempo dos outros. Invista em textos longos apenas se for necessário.

Áudio é exceção 
Gravação de voz é prática, mas nem sempre o destinatário pode ouvi-la. Vá na opção só para assuntos curtos e pontuais. Precisa enviar áudio longo? Ligue!

Sem conversa individual 
Nada de tirar dúvida específica com uma única pessoa do grupo. Neste caso, mande mensagem particular. 

Correntes, não! 
Muita gente não acredita e não suporta correntes. Pense bem antes de repassá-las.

Cuidado com religião, política e futebol 
Evite assuntos espinhosos – a não ser que o grupo seja sobre esse tema, claro. 

Bom dia, boa tarde, boa noite... menos! 
Imagine se cada membro resolve dar “oi” para todos e todo dia? Ninguém aguentará. 

Pornografia 
Todo mundo do grupo gosta? Ok, mas cuidado para não virar a rainha do pornô!

Sem cobranças 
Se a pessoa visualizou e não respondeu, deve estar ocupada. Não mande sinais de interrogação. É urgente? Especifique na primeira mensagem ou ligue. 

Foco no tema 
Sempre que o grupo foi criado com um propósito, respeite-o. 

Deu barraco? 
No caso de estresse, não prolongue a discussão via mensagem. Entre em contato direto por telefone ou no privado. 

Fui! Mas com elegância 
Há quem não se sinta confortável para sair do grupo. Vale ser prática, objetiva e sem drama. Se sentir necessidade, pode dar satisfação. Caso contrário, vá de fininho.

Adequação para tudo 
Tenha critério no uso de emojis e no envio de mensagens. A gentileza e o respeito ao espaço alheio são o que importa.