AnaMaria
Últimas Notícias / Críticas

Casagrande critica contratação de Robinho pelo Santos: ''Não vou me calar, estou falando fatos''

Comentarista esportivo disse estar assustado com a moral da sociedade brasileira

Da Redação Publicado em 16/10/2020, às 17h53 - Atualizado às 17h54

Casagrande falou sobre contratação de Robinho pelo Santos - TV Globo/Instagram
Casagrande falou sobre contratação de Robinho pelo Santos - TV Globo/Instagram

Walter Casagrande Jr. não deixou de comentar e criticar a contratação de Robinhopelo Santos. Na tarde desta sexta-feira (16), o comentarista esportivo deu sua opinião no 'Globo Esporte SP' e acabou repercutindo nas redes sociais. 

Casão se mostrou "assustado" com os recentes acontecimentos do país e com o fato do clube paulista ter recontratado o jogador que foi condenado na Justiça italiana por participar de um estupro coletivo. 

"Eu estou assustado com a sociedade brasileira. Não é o apedrejamento do Robinho, é o apedrejamento da moral da sociedade brasileiro. Não podem se inverter os valores. O Robinho está condenado a nove anos de prisão por violência sexual na Itália. Recorreu, mas, neste momento, é condenado. Eu fico assustado com o que acontece no Brasil", iniciou.  

"No Brasil, se solta traficante, o vice-líder é preso com dinheiro na cueca. A Carol Solberg, por se manifestar politicamente, a CBV [Confederação Brasileira de Voleibol] faz censura e o Santos contrata um jogador que é condenado por estupro", destacou.

Em seguida, ele afirmou que irá usar sua voz para se manifestar diante dos acontecimentos. "Não vou me calar. Eu sou uma voz, e não vou me calar perante esse tipo de coisa. Não estou preocupado com as consequências de nada que eu falo. Estou falando fatos, não estou inventando nem atacando ninguém. A sociedade tem que parar de aceitar sacanagem como qualquer coisa normal", concluiu. 

ENTENDA

Robinho e o amigo Ricardo Falco foram condenados em novembro de 2017 pelo o Tribunal de Milão, na Itália, a nove anos de prisão por violência sexual de grupo contra uma mulher, num caso ocorrido em 2013. Os advogados do jogador apresentaram recurso e tentam reverter a decisão. 

Em uma das conversas reveladas pelo Globo Esporte, o atleta admitiu que tentou ter relações sexuais com a mulher. Um amigo, então, disse que o viu fazendo sexo oral com a jovem. "Isso não significa transar", rebateu Robinho.