Caso Carrefour: Luisa Mell se emociona ao divulgar imagens do momento da agressão

Cachorro levou um golpe e fugiu para o supermercado

terça 4 dezembro, 2018
Cachorro foi agredido até a morte na rede de supermercados.
Cachorro foi agredido até a morte na rede de supermercados. Foto:Reprodução/ Twitter

A ativista Luisa Mell está investigando o caso Carrefour, no qual um cachorro foi envenenado e espancado por seguranças da unidade de Osasco da rede de supermercados.

Luisa divulgou imagens exclusivas das câmeras de segurança em seus Stories, no Instagram, na tarde desta terça-feira (04). Ela está averiguando o caso e já acionou o Ministério Público, juntamente com a delegada responsável.

Notícias Relacionadas

Ao divulgar as imagens, Luisa se emocionou: “Ele correu atrás do cachorro com a barra! Desgraçado!”.

A AGRESSÃO

Segundo relatos, um funcionário teria espancado  e envenenado o cachorro no estacionamento da unidade Carrefour Osasco, na tarde da última quarta-feira (28). As imagens divulgadas confirmaram a agressão.

O caso repercutiu depois que Isabella Marcelino, uma cliente da loja, publicou fotos e vídeos nas redes sociais pedindo justiça à morte do animal, que já rondava a região há cerca de uma semana.

"O cachorro foi quase morto a pauladas por um segurança da loja a mando de seu superior responsável, só porque pessoas importantes e diretores da matriz da empresa visitariam a loja. Para fazer "bonito", não queriam o cachorro abandonado rodando por lá. Mandaram eliminar o animal como se não fosse nada e da pior forma possível!", descreveu Isabella em post do facebook.

CARREFOUR DIVULGA NOTA

O vira-lata chegou a ser socorrido pelo Centro de Controle de Zooneses, (CCZ) ainda no local, mas acabou não resistindo. Já o supermercado, inicialmente, divulgou nota repudiando qualquer tipo de maus-tratos aos animais, e afirmou que a culpa do incidente teria sido o atendimento indevido do CCZ.

No Twitter, a empresa respondeu uma usuária que acusava o supermercado: “Afastamos a equipe responsável pela segurança do local no dia do ocorrido até que a apuração do caso seja finalizada e as devidas providências tomadas. Daremos mais informações conforme o avanço das investigações. Repudiamos todo e qualquer tipo de maus-tratos aos animais”.

Da Redação
Leia Mais:

Receba em Casa

Vídeos

BEM-ESTAR

  1. 1 Dor nas costas? Veja 10 dicas para manter a coluna saudável
  2. 2 Sofre com dores na coluna? Evite problemas nas costas durante viagens
  3. 3 Doença de Chagas: problema tem sido associado ao consumo do açaí
  4. 4 Apenas 36% dos brasileiros utilizam protetor solar diariamente, diz pesquisa
  5. 5 Não consegue ir até a academia? Veja 5 dicas para treinar sozinha em casa