AnaMaria
Últimas Notícias / Black Friday

Como comprar de forma segura pela internet durante a Black Friday? Veja dicas

Em meio ao período da Black Friday, confira como realizar compras seguras pela web

Beatriz Cresciulo Publicado em 29/11/2019, às 08h00 - Atualizado em 02/12/2019, às 13h34

Confira como realizar compras online com segurança durante a Black Friday - Mastercard divulgação
Confira como realizar compras online com segurança durante a Black Friday - Mastercard divulgação

Desde quando a Black Friday começou a ser adotada no Brasil, em 2010, muitos brasileiros aguardam ansiosamente a baixa dos preços para realizar compras mais vantajosas. Mas nem tudo é festa durante o período. 

Giovanna Bento, por exemplo, foi uma entre as centenas de consumidores lesados somente no primeiro dia de promoções da edição de 2017. Tudo começou quando a assessora de imprensa realizou a compra de três peças de moda praia, totalizando R$ 189 pagos com cartão de crédito. 

Os itens foram adquiridos em um site, mas seriam entregues por outro. A jovem de 22 anos, no entanto, acabou recebendo apenas uma das peças que escolheu por falta dos demais produtos no estoque.

“Depois da confirmação do pagamento, e quando o pedido entrou em separação, eles simplesmente cancelaram as outras duas peças, sem me perguntar se gostaria de escolher outro opção que abatesse o valor”, lembra. “Também já entraram com a solicitação de reembolso, sem maiores informações do porquê não poderiam me enviar.” 

ENTREGA DAS MERCADORIAS  

No período de 21 de novembro de 2018 até 31 de janeiro de 2019, o site Reclame Aqui capitalizou 97 mil denúncias de complicações em compras efetuadas na última edição da Black Friday. Atrasos e problemas na hora da entrega lideram o ranking de reclamações. 

De acordo com Ricardo Hoerde, sócio-fundador da Diálogo Logística, que trabalha com grandes marcas do varejo, pessoas que foram vítimas de problemas similares ao de Giovanna devem buscar informações para identificar a localização da mercadoria. 

Para isso, é preciso buscar os canais de comunicação da loja. “Assim, procure sempre comprar em sites confiáveis, que tenham uma resposta e que a voz do cliente seja ouvida”, sugere.

Entretanto, antes disso, Hoerde ressalta que é importante que o consumidor dê a devida atenção às informações referentes a entrega do produto comprado, preenchendo o endereço com todos os dados, além de manter contato com o local onde efetuou a compra.

“É muito comum que as pessoas não atendam o celular quando os sites ligam, o que pode ocasionar problemas, como uma baixa eficiência de entrega. Dar um telefone alternativo também é importante”, fala. 

O PERIGO DO VAZAMENTO DE DADOS 

Ter complicações na entrega dos itens adquiridos é apenas um dos problemas que podem surgir na Black Friday. Também costumam ocorrer denúncias de clonagem de sites famosos e falsas promoções. O maior risco deste tipo de ocorrência é o vazamento de dados dos clientes. 

Segundo Daniel Marchetti, Diretor de Prevenção à Fraude na Mastercard, o período da Black Friday é recorde nas notificações de  operações recusadas por suspeita de fraude. 

O especialista explica à AnaMaria Digital que é necessário que os consumidores se mantenham atentos para não caírem nas armadilhas. 

COMO IDENTIFICAR SITES FALSOS 

Antes de fazer compras em sites de e-commerce, o diretor sugere checar o link da página. Desta forma, é possível evitar disponibilizar os dados do cartão de crédito em sites falsos, que clonam os layouts de marcas famosas. 

“Eles copiam o nome de sites tradicionais trocando um “O” por um zero, incluindo um ponto ou hífen, que muitas vezes passam despercebido”, conta. 

Além disso, o executivo afirma que é necessário verificar se o usuário está em uma conexão segura, checando ainda se o site apresenta o “https” antes do link da página. 

“Sites confiáveis também costumam contar com certificações de criptografia, procure por selos que comprovem essa garantia de segurança”, ressalta. 

COMPREI EM SITE FALSO, O QUE FAZER? 

Para aqueles que acabaram se envolvendo em algum tipo de golpe de sites falsos online, e tiveram seus dados vazados, Marchetti conta que o primeiro passo é avisar o banco emissor do cartão de crédito. 

“Deve ser imediatamente acionado por meio do SAC para ser informado sobre o golpe e para que possa dar as orientações e realizar os procedimentos necessários”, diz. 

SEGURANÇA DOS CARTÕES EM COMPRAS ONLINE 

Hoje muitas pessoas preferem realizar compras online. Segundo dados fornecidos pelo Mastercard SpendingPulse™, houve um crescimento de 16,9% nas compras de e-commerce na Black Friday do ano de 2018, quando comparado com a do ano anterior. 

Visto isso, o executivo explica que a empresa tem procurado desenvolver tecnologias voltadas para a segurança do consumidor. O objetivo é aumentar a quantidade de informações requeridas na hora de efetuar uma compra online.

“O mapeamento inclui dados do aparelho (IP do computador, endereço do estabelecimento, compras via desktop ou mobile etc). Sem contar as formas de verificação como biometria digital, facial e o uso de senhas. Além disso, há a tokenização, que criptografa as verdadeiras informações do consumidor para protegê-lo de fraudes e ataques”, explica. 

DICAS PARA COMPRAS ONLINE 

Separamos algumas dicas importantes para a hora de comprar online usando o cartão de crédito. 

1.Altere suas senhas periodicamente e não use a mesma para todas as suas redes - Tente gerar senhas fáceis de lembrar que contenham uma combinação de números, letras (maiúsculas e minúsculas) e símbolos.

2.Cuidado com e-mails de fontes não confiáveis oferecendo serviços ou promoções - Clicando em um link ou baixando um arquivo. Isso pode ser phishing, técnica utilizada por criminosos que tem como objetivo de “pescar” informações e dados pessoais importantes por meio de mensagens falsas. Com isso, os criminosos podem conseguir nomes de usuários e senhas de um site qualquer, como também são capazes de obter dados de contas bancárias e cartões de crédito. 

3.Nunca dê o número do seu cartão para pessoas que ligam sem ter certeza de quem está fazendo a ligação - Seu banco nunca fará uma chamada telefônica para pedir informações importantes ou seu código de segurança, muito menos seu PIN.

4.Não abra e-mails não solicitados - Seu banco nunca pedirá informações confidenciais por meio de um e-mail.

5.Configure adequadamente os elementos de privacidade de suas redes sociais - Mantendo as informações pessoais privadas e somente para seus amigos.