AnaMaria

Conversa entre Amigas: Nada é tão nosso quanto os sonhos

Quando abrimos mão deles, abandonamos a capacidade de transformar em realidade nossos desejos mais íntimos

Karla Precioso Publicado em 09/02/2017, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Idade é relativo! Asilo ou cuidador que fique em casa? - Shutterstock
Idade é relativo! Asilo ou cuidador que fique em casa? - Shutterstock
“Já sonhei muito na vida e só me decepcionei... A verdade é: tudo é muito difícil para mim e, até hoje, poucos foram os ideais que consegui alcançar. Sinceramente? Acho que sonhar é uma tremenda bobagem!”

T. S., por e-mail


Alguém já disse que os sábios têm sonhos grandes o bastante para não perdê-los de vista enquanto os perseguem. Concordo! O problema é que algumas pessoas são apressadas e querem tudo para ontem. O resultado de tamanha ansiedade só pode ser desilusão! Nada acontece num estalar de dedos. É preciso persistir sempre. Sem essa de adotar uma postura derrotista. Será que viver no conformismo e acreditar que não dá para esperar mais do que já tem a fará feliz? Duvido! Nada é tão nosso quanto os sonhos.
Quando abrimos mão deles, abandonamos a capacidade de transformar em realidade nossos desejos mais íntimos. Confie, colega!



Sua amiga, Karlinha


Envie sua pergunta para o e-mail anamaria@maisleitor.com.br (seu nome não será divulgado)