AnaMaria
Últimas Notícias / Coronavírus

Covid-19: máscaras deixam de ser obrigatórias em academias do Rio de Janeiro

Apresentação do comprovante de vacinação continua válida

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro Publicado em 17/11/2021, às 12h16 - Atualizado às 12h16

Academias do Rio de Janeiro adotarão nova medida - José Cruz/Agência Brasil
Academias do Rio de Janeiro adotarão nova medida - José Cruz/Agência Brasil

A cidade do Rio de Janeiro publicou hoje (17) um decreto que permite a permanência de pessoas, sem máscara, em academias de ginástica, piscinas e centros de treinamento. No entanto, a apresentação do comprovante de vacinação contra covid-19 para acessar esses locais continua sendo exigida.

O decreto prevê que pessoas de 15 a 59 anos devem apresentar comprovante de imunização com duas doses ou dose única. Aqueles com mais de 60 anos devem também comprovar vacinação com a dose de reforço para ingressar e permanecer nesses locais.

A prefeitura do Rio de Janeiro já havia desobrigado o uso de máscaras em locais abertos no fim de outubro.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, 75,7% da população carioca já foram imunizados com duas doses ou dose única de vacina contra covid-19. Considerando-se apenas a população com 12 anos ou mais, o percentual sobe para 88,3%.

DOSE DE REFORÇO
O Ministério da Saúde anunciou, na manhã da última terça-feira (16), que todos os brasileiros maiores de 18 anos poderão receber a dose de reforço da vacina contra a covid-19. Além disso, também foi divulgado a redução entre o intervalo entre as doses do imunizante. 

A partir de agora, quem completou o esquema vacinal há cinco meses já poderá recorrer a um posto de saúde para receber o reforço. O intervalo entre a dose única/segunda dose e a ‘dose adicional’ era de seis meses.