AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Crônica da Xênia: Vale tudo pela audiência?

Faustão tem apelado para o sentimentalismo, fazendo artistas passarem por saias justas

Xênia Bier Publicado em 02/09/2015, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

XENIA 985 - REPRODUÇÃO / TV GLOBO
XENIA 985 - REPRODUÇÃO / TV GLOBO
Fausto Silva sempre justifica uma situação apelativa com uma afirmativa generosa. Explico: domingo, dia 16, Caio Castro foi sorteado” para participar do Arquivo Confidencial. De cara, percebi o desagrado do jovem ator, mas ele segurou bem o mico. Até a hora em que o apresentador, com o seu costumeiro discurso sentimentaloide, contou a história de uma jovem com câncer. Disse que o sonho dela era ter uma festa de debutante, mas, muito fraca, não poderia realizá-lo. Então, Caio Castro providenciou, em segredo, uma sessão de fotos para a jovenzinha, toda vestida de princesa. Ele foi o príncipe que dançou valsa com ela, carregando-a no colo – tudo muito triste. E mais, ela morreu quatro dias antes do programa! Acontece que tudo aquilo não era para aparecer no Domingão do Faustão.

Senti a grande contrariedade do ator vendo exposta uma situação que ele queria manter em segredo. Foi um momento de solidariedade que não era pra ser divulgado! Mas foi, com a desculpa de esse ter sido um gesto magnífico. No fundo, é a audiência que conta... Gosto de Fausto Silva, mas de uns tempos pra cá ele está muuuito chato. E mais: tremendamente inconveniente! Diversas vezes o vi colocar as pessoas em situações constrangedoras. O jovem coordenador de palco, por exemplo, é sua vítima preferida. Fausto o atormenta com brincadeiras que não têm a menor graça e acabam até resvalando no bullying. 

Precisava? O ator Caio Castro se sentiu desconfortável  com a situação



Comente a coluna no Facebook: facebook.com/anamaria