AnaMaria

Déborah Secco, Vitória Strada e Juliana Paiva serão cúmplices de assassinato em ‘Salve-se Quem Puder’

Protagonistas de ‘Salve-se Quem Puder’ se envolverão em assassinato

Da Redação Publicado em 03/12/2019, às 12h20 - Atualizado às 12h21

Luna (Juliana Paiva), Alexia (Deborah Secco) e Kyra (Vitória Strada) serão as protagonistas de 'Salve-se Quem Puder' - João Miguel Junior/Globo
Luna (Juliana Paiva), Alexia (Deborah Secco) e Kyra (Vitória Strada) serão as protagonistas de 'Salve-se Quem Puder' - João Miguel Junior/Globo

‘Bom Sucesso’ está há dois meses de acabar e a Globo já começou a produção de ‘Salve-se Quem Puder’, a nova novela das 19h com previsão de estreia para o fim de janeiro de 2020.

As protagonistas serão Alexia (Deborah Secco), Luna (Juliana Paiva) e Kyra (Vitória Strada). Elas serão cúmplices de um assassinato em Cancún, no México, e se associarão ao Programa de Proteção à Testemunha para mudar suas identidades.

Nas últimas semanas, o elenco esteve na cidade mexicana para gravar cenas externas, inclusive a de um furacão. Rafael Cardoso, Aílton Graça, Bruno Ferrari e José Condessa também estão no elenco.

‘Salve-se Quem Puder’ é escrita por Daniel Ortiz e terá direção artística  de Fred Mayrink.

Conheça a história da novela:

Os sonhos de Alexia, Luna e Kyra são interrompidos quando elas presenciam o assassinato de um juiz. Condenadas a viver sob a custódia do Programa de Proteção à Testemunha e à sombra de novas identidades, elas iniciam uma outra vida na fictícia Judas do Norte, no interior de São Paulo, depois que são dadas como mortas. É preciso mudar para sobreviver. O nome, a aparência, o estilo de vida. Deixar para trás amigos, família e a rotina. Acolhidas por uma família protetora, agora há regras rígidas a serem seguidas para a permanência no Programa. A primeira delas é a interrupção imediata de qualquer tipo de contato com conhecidos. Uso de celulares e redes sociais? Nem pensar. Frequentar os mesmos lugares e cultivar hábitos do passado? Fora de cogitação.

Agora Alexia vira Josimara, Luna assume o nome de Fiona e Kyra é Cleyde, novas pessoas com um padrão de vida bem diferente. Nem mesmo seus protetores conhecem o passado de cada uma delas. Mas será que o trio conseguirá permanecer na clandestinidade e isolado por tanto tempo? A sensação da perda da liberdade é um incômodo que elas não conseguem superar e a fuga para São Paulo será o primeiro passo na tentativa de retomar suas vidas. Somente o tempo colocará à prova os sonhos que essas três mulheres perseguiram por toda a vida. Será que eles agora fazem sentido? Serão eles que as farão realmente felizes?