AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Últimas Notícias / Melhoras!

Deputado David Miranda está internado em estado grave em UTI no Rio de Janeiro

Marido de David Miranda informou que, somente na quarta-feira (10), "as coisas pararam de piorar"

Redação Publicado em 12/08/2022, às 10h41

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
David Miranda (PDT-RJ) é marido do jornalista Glenn Greenwald. - Instagram/@davidmirandario
David Miranda (PDT-RJ) é marido do jornalista Glenn Greenwald. - Instagram/@davidmirandario

David Miranda (PDT-RJ) está internado desde o último sábado (6), em estado grave, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Clínica São Vicente, no Rio de Janeiro. O deputado federal  tem uma infecção generalizada no sistema gastrointestinal.

De acordo com o jornalista Glenn Greenwald, marido do parlamentar, apenas na quarta-feira (10), a situação parou de piorar. “David continua na UTI em estado grave, mas as últimas horas mostraram os primeiros sinais de melhoria no quadro dele, o que nos deixa mais otimistas”, escreveu Greenwald, no Twitter, na última terça-feira (9).

“Hoje (quarta-feira,10), foi o primeiro dia que as coisas pararam de piorar. Na realidade, os exames estão mostrando um pouco de melhora, o que nos está dando um pouco de esperança e otimismo que ele, com a força dele, vai conseguir resistir aos problemas que estão acontecendo.”

A equipe de Miranda também fez uma postagem ontem no Twitter do deputado, agradecendo por todas as mensagens de carinho e apoio recebidas. “Sabemos que tudo vai dar certo porque a luta é árdua e não pode parar. Orações e boas vibrações são muito bem-vindas.”

De acordo com a CNN, Miranda participava de um evento político quando começou a sentir fortes dores abdominais no último sábado (6). As dores pioraram até um ponto “insuportável”, nas palavras de Greenwald. Miranda foi para o hospital, onde foi imediatamente internado na UTI.

DEU NOTÍCIAS

Miranda chegou a postar um vídeo gravado no hospital no domingo (7), quando participaria da parada do orgulho LGBTQI+, em Niterói (RJ). No texto, lamentou não poder participar do evento.

“Estou aqui no hospital, estou me cuidando. Se cuidem também. Estamos juntos”, falou, com a voz debilitada. “Eu estava bem animado para estar com vocês, mas terão outras paradas. A gente vai celebrar a nossa orientação sexual, nossa identidade de gênero e a nossa felicidade de resistir no país que mais mata LGBTQIA+ no mundo.”

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!