AnaMaria

DF libera vacinas contra HPV para mulheres até 45 anos e homens até 26

Sobra de doses de vacinas contra HPV possibilitou ampliação do público-alvo

Agência Brasil - Brasília Publicado em 06/05/2022, às 16h52

Devido à sobra de doses, vacinas contra HPV são liberadas pelo DF - Reprodução/Internet
Devido à sobra de doses, vacinas contra HPV são liberadas pelo DF - Reprodução/Internet

O governo do Distrito Federal disponibilizou a vacina contra o vírus HPV para meninas e mulheres de 9 a 45 anos e para meninos e homens de 9 a 26 anos de idade. A disponibilidade ocorreu porque sobraram muitas doses das vacinas contra HPV na rede pública do DF, em virtude da queda na procura durante a pandemia. São cerca de 7,5 mil doses com vencimento na quarta-feira (11)

A lista de locais de vacinação contra o HPV está no site da secretaria. A vacinação contra o vírus, rotineiramente, atende a meninas de 9 a 14 anos e meninos de 9 a 11 anos, mas a aplicação em adolescentes e adultos também apresenta efetividade.

“Pacientes dessa faixa etária já tomavam a vacina contra o HPV, mas só grupos específicos, como aqueles com HIV e em tratamento de câncer”, afirma a gerente de Vigilância das Doenças Imunopreveníveis e de Transmissão Hídrica e Alimentar da Secretaria de Saúde do DF.

HPV

O papilomavírus humano (HPV, na sigla em inglês) é uma infecção sexualmente transmissível extremamente comum e pode provocar desde verrugas genitais até neoplasias, como câncer no colo do útero, no pênis e na laringe.

A vacina que previne o HPV protege contra quatro tipos do vírus, dois de baixo risco e dois de alto risco. Os de baixo risco são encontrados em 90% dos condilomas genitais, também conhecidas como verrugas genitais. Já os de alto risco, a vacina protege contra os subtipos de HPV responsáveis por 70% dos casos de câncer do colo do útero.

*Com informações da Agência Saúde DF

Edição: Maria Claudia