AnaMaria
Últimas Notícias / Críticas

''Distribuem migalhas e se acham caridosos'', diz Padre Fábio de Melo sobre a Vale

Religioso fez duras críticas sobre a empresa e o crime ambiental de Brumadinho

Da Redação Publicado em 29/01/2019, às 11h40 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Padre Fábio de Melo fala faz duras críticas a Vale - Reprodução/Instagram
Padre Fábio de Melo fala faz duras críticas a Vale - Reprodução/Instagram

Padre Fábio de Melo criticou a Vale Do Rio Doce sobre a doação de R$ 100 mil que a empresa anunciou que fará para as famílias das vítimas da tragédia de Brumadinho. Ele usou o Twitter para se manifestar sobre o assunto, na manhã desta terça-feira (29).

"Doar? Um bandido entra na sua casa, rouba tudo o que você tem, mata pessoas da sua família, destrói o seu espaço emocional, memórias, depois ele volta e diz que vai deixar um dinheirinho para você recomeçar a vida. 
Que bandido caridoso", escreveu o Padre. 

Ele ainda falou que algumas autoridades tendem a se interpretar como no passado, igualando-se a senhores de engenho. 

"Carregam a pretensão de que são de uma casta superior, e consideram as pessoas que trabalham para gerar suas riquezas como escravas. Distribuem migalhas e se acham caridosos", declarou. 

Fábio de Melo ainda ressaltou que as autoridades atuais são monarcas sob o disfarce republicano. "Ainda se sentem reis que gravitam acima das leis e das regras."

COMENTÁRIOS

Em resposta aos comentários que recebeu, Padre Fábio de Melo afirmou que o erro da história é chamar a ação da Vale de doação. 

"Estão fazendo parecer ser caridade o que é uma obrigação. As famílias de Mariana ainda não foram indenizadas até hoje. Temo que o mesmo aconteça com a nova situação", afirmou.

De acordo com o religioso, doar é um gesto gratuito de quem não tem a obrigação de fazer. "Não é o caso."