AnaMaria

Estado Islâmico planejava envenenar Kate Middleton, diz jornal

Extremistas usavam aplicativo de mensagem para traçar os planos

Da Redação Publicado em 15/01/2019, às 11h08 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Kate Middleton vira alvo do Estado Islâmico - Gettty Images
Kate Middleton vira alvo do Estado Islâmico - Gettty Images

A Duquesa de Cambridge, Kate Middleton, virou alvo do Estado Islâmico. De acordo com uma fonte ouvida pelo jornal britânico MetroUK, a estratégia dos extremistas era envenenar os alimentos que a duquesa compra no supermercado.

Os membros do grupo terrorista usariam o aplicativo de mensagens Telegram para combinar o suposto ataque, uma vez que já teriam descoberto o que a duquesa come e onde os funcionários compram seus alimentos. O pequeno George, filho do príncipe William com Kate, também já teria sofrido ameaças.

MENSAGENS MONITORADAS

Agentes da inteligência acreditam que as ameaças estariam ligadas a mensagens enviadas pelo fanático do Estado Islâmico Husnain Rashid, que foi preso em 2017 por incentivar outros terroristas a atacarem o príncipe George.

De acordo com as fontes, as mensagens estão sendo monitoradas. “São trocadas globalmente entre os jihadistas, que muitas vezes apagam muito rapidamente, detalhando os planos de ataque”, explicou.