AnaMaria
Últimas Notícias / RELACIONAMENTO

Ex-BBB Gizelly Bicalho abre o jogo sobre relacionamento abusivo de quatro anos

Em live, a advogada contou os problemas que a relação lhe causou

Da Redação Publicado em 15/05/2020, às 07h36 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

Gizelly Bicalho foi participante da 20ª edição do 'BBB' - Instagram/@gizellybicalho
Gizelly Bicalho foi participante da 20ª edição do 'BBB' - Instagram/@gizellybicalho

A ex-BBB Gizelly Bicalho abriu o coração e revelou ter vivido um relacionamento abusivo por quatro anos. Em uma live com Márcia Godlschmidt, na última quarta-feira (13), a advogada relembrou algumas das situações que enfrentou na época e alertou o público sobre o tema. 

"Comecei a abandonar a família, ficar só com a pessoa. Quando você vê, fala meu Deus! O que estou fazendo na minha vida? E foi um despertar assim que eu consegui sair correndo, mas muita gente não consegue", explicou.

Ela afirmou que viajava para encontrar o rapaz, uma vez que não moravam na mesma cidade, e nos encontros ele debochava dela, além de ser alvo de críticas que foram motivos que a levaram a se submeter a uma cirurgia para "levantar o peito". 

"No outro ano, eu tive depressão e as pessoas me perguntavam: 'por que você teve depressão? Formada, com diploma, carro e bonita'. Eu perguntava de volta: 'Como você não teve depressão antes? Sobreviveu até hoje?'", questionava a si mesma.

No entanto, Gizelly passou a enxergar a situação de forma diferente após uma propaganda na TV que abordava o tema. Ela também consultou uma amiga psicóloga que lhe confirmou a relação abusiva. "A gente tem que ter um despertar, um acordar."

Em outro momento, a ex-BBB revelou ter chegado a se automutilar durante os surtos do namoro. "Comecei a me cortar com as unhas porque já estava no fundo do poço. Comecei a gritar, chorar, rolar no chão e me cortar. Foi naquele dia que eu falei 'acabou' [o relacionamento]", relembrou ela. 

Já sobre os planos após o reality, ela destacou que pretende lançar um programa nas redes sociais para abordar comédia, gastronomia e assuntos jurídicos. "Vou falar de uma forma clara e objetiva, que todo mundo consiga entender", concluiu.