AnaMaria

Ex-BBB Paula Amorim machucou o olho após balão estourar; quais os riscos da lesão?

Especialista explica que tratamento para esses tipos de acidente são mais simples

Da Redação Publicado em 30/04/2020, às 18h16 - Atualizado às 18h17

Paula Amorim, ex-BBB 18, ficou com o olho esquerdo embaçado - Instagram/ @paulaamorimbarbosa
Paula Amorim, ex-BBB 18, ficou com o olho esquerdo embaçado - Instagram/ @paulaamorimbarbosa

Breno Simões, participante do BBB18, deu um susto nos fãs na última quarta-feira (29), quando compartilhou que sua namorada, a ex-sister Paula Amorim, se machucou após um balão de borracha estourar em seu olho.

O acidente aconteceu quando a também ex-participante do ‘Big Brother Brasil’ estava enchendo o balão. “Ele estourou e chicoteou, batendo dentro do olho dela, lesionando superficialmente a pele”, contou o arquiteto. 

Por conta do problema, os dois precisaram quebrar o isolamento social para irem até o oftalmologista. Durante a consulta, ele confirmou a lesão, receitando colírios e antibióticos para ajudar na recuperação. 

“Portanto, felizmente não foi nada muito grave e não será necessário nenhum procedimento cirúrgico. Atualmente a visão está um pouco comprometida (embaçada) e sensível a luz, por conta do impacto. A previsão de melhora é de uma semana”, comunicou o rapaz.

Procurada por AnaMaria Digital, a oftalmologista Lísia Aoki, do Hospital das Clínicas de São Paulo (HC-FMUSP) explica que a lesão de Paula foi do tipo física. Por ter sido um trauma direto, o impacto do balão causou o incômodo e a dor nos olhos.

VAI VOLTAR AO NORMAL

Apesar de ter causado uma lesão superficial na córnea, Aoki assegura que esse tipo de ferida não gera cegueira, mesmo doendo muito e deixando a visão embaçada temporariamente. 

“Se fosse um trauma causado por plantas, por exemplo, seria mais perigoso. Isso porque, em alguns casos, elas levam para algo mais sério, pois aumenta o risco de você ter uma infecção por fungo”, diz.

Para tratar, a especialista conta que é preciso avaliar se não ficaram restos de coisas estranhas nos olhos. Em geral, é receitado um colírio antibiótico, mas existem curativos que podem ajudar na recuperação.

“Você pode colocar um curativo externo ou lente de contato. Ela ajuda, porque quando se põe, a área que está aberta se cobre, então melhora o desconforto”, explica a oftalmologista. 

“O curativo externo tem uma função semelhante, mas depois de um tempo a pessoa consegue abrir o olho, mesmo com o curativo. Isso acaba se tornando menos eficiente para tratar a dor”, conclui.