AnaMaria
Últimas Notícias / políticia

Fabio Assunção critica pronunciamento de Bolsonaro: ''Sempre foi um sujeito desprezível''

O ator alertou os seguidores sobre o risco de não seguir as medidas da OMS

Da Redação Publicado em 25/03/2020, às 16h22 - Atualizado às 16h27

Fábio Assunção não escondeu o descontentamento com o discurso do presidente - Instagram
Fábio Assunção não escondeu o descontentamento com o discurso do presidente - Instagram

Fabio Assunção usou o Instagram, na tarde desta quarta-feira (25), para criticar o discurso que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez sobre o coronavírus, na última terça-feira (24), em rede nacional.

"Siga as orientações da OMS. Sempre foi um sujeito desprezível, mas será que agora a nação consegue visualizar sua total incapacidade de liderar 210 milhões de pessoas? Os governadores, prefeitos, parlamentares, profissionais de saúde, cidadãos... devem seguir as orientações da OMS e deixar esse presidente no lugar onde sempre esteve. Na irrelevância de seus devaneios", iniciou na legenda da publicação.

"Que ele tenha apenas a decência de assinar um papel autorizando repasse de dinheiro público e privado às pessoas que não estão podendo gerar renda, trancadas em casa, com contas a vencer. Precisamos todos nós nos ajudar", continuou.

Por fim, divulgou para os seguidores os dados da OMS atualizados na terça-feira (24). "Infectados no mundo: 372,7 mil. Mortos no mundo: 16.231. Infectados no Brasil: 2.281. Mortos no Brasil: 48", concluiu na postagem, que foi ilustrada com um vídeo do Jornal da Globo.

PRONUNCIAMENTO 

Na ocasião, o político pediu a reabertura das escolas e comércio, além do fim do 'confinamento em massa', medida utilizada para combater o Covid-19 no país. Além disso, minimizou os riscos da covid-19 e culpou a mídia sobre o "alarde criado à população". 

Com isso, o presidente foi altamente criticado por membros do Congresso e da sociedade civil.