AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Felipe Neto sai em defesa de Paola Carosella após a chef sofrer ataques de grupos bolsonaristas

Felipe Neto ainda ironizou a sugestão de boicote aos restaurantes de Carosella

Da Redação Publicado em 24/05/2022, às 14h52

Felipe Neto defende Paola Carosella nas redes sociais - Reprodução/Instagram
Felipe Neto defende Paola Carosella nas redes sociais - Reprodução/Instagram

Felipe Neto defendeu Paola Carosella através do Twitter, na última segunda-feira (23), após a chef de cozinha criticar os apoiadores do governo Bolsonaro.

A dona dos estabelecimentos Arturito e La Guapa criticou bolsonaristas no podcast 'DiaCast' dizendo: "Fica muito difícil se relacionar com alguém que [é bolsonarista], por dois motivos: ou porque é um escroto, ou porque é burro. Acho que ficou muito claro que [Jair Bolsonaro] não teve nunca um programa de governo, que não faz a mínima ideia do que está fazendo, que está lutando contra um comunismo que não existe, meio lutando contra os moinhos de vento".

A fala de Carosella gerou muita repercussão nas redes e a ex-jurada do 'Masterchef' foi duramente criticada por apoiadores do presidente. Neste cenário, Felipe Neto demonstrou seu apoio à chef.

"Paola Carosella está certíssima. Todo bolsonarista ou é escroto, ou burro. O único erro dela foi porque eu colocaria um 'colossalmente' antes de cada adjetivo. Bolsonarista não é apenas 'escroto', é 'colossalmente escroto' ou 'colossalmente burro'", twittou o Youtuber.

Felipe Neto ainda ironizou as ameaças de boicote aos restaurantes da chef: "Morrendo de rir com bolsonaristas achando que vão cancelar uma das melhores chefs de cozinha do mundo. Só 36% do país aprovam esse genocida aliado da milícia. Vocês não cancelam mais ninguém. Não conseguiram comigo e não conseguirão com a Paola".

ENTENDENDO A POLÊMICA

Paola Carosella está sendo criticada pelos apoiadores de Jair Bolsonaro após ter afirmado que quem apoia o presidente é “escroto ou burro”, em entrevista ao podcast ‘DiaCast’.

A apresentadora havia sido questionada a respeito de como lidava com os eleitores de Bolsonaro que ainda o apoiam. Paola respondeu que “é muito difícil se relacionar com quem apoia Bolsonaro por dois motivos: ou porque é um escroto, ou porque é burro”.

A chef de cozinha ainda disse que está claro que o chefe do Executivo não tem planos para o país e que “luta contra um comunismo inexistente”.

O trecho da entrevista viralizou nas redes sociais, nesta segunda-feira (23), subindo aos trending topics do Twitter, onde influenciadores bolsonaristas manifestaram a sua revolta contra a fala da argentina.

O lutador Renzo Gracie foi um dos críticos de Paola e pediu um boicote ao seu restaurante, na capital paulista. “Vai ter que voltar à Argentina", escreveu em um tweet.

Confira:

{# Taboola Newsroom #}