AnaMaria
Últimas Notícias / Polêmica

Festa com o tema Brasil Escravocata é questionada na internet

Evento teve mulheres negras vestidas de mucamas

Da Redação Publicado em 09/02/2019, às 13h23 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Donata Meireles, diretora da Vogue Brasil, dá festa com o tema Brasil Colônia Escravocrata - Reprodução/Instagram
Donata Meireles, diretora da Vogue Brasil, dá festa com o tema Brasil Colônia Escravocrata - Reprodução/Instagram

Donata Meirelles, diretora da Vogue Brasil, celebrou seus 50 anos com uma festa com um tema considerado racista por muitos internautas na web: Brasil Colônia Escravocrata. O evento aconteceu em Salvador (BA), na última sexta-feira (8). 

Um tanto quanto luxuosa, a celebração tinha um "trono de sinhá", em que os convidados podiam tirar fotos ao lado das mulheres que estavam fantasiadas de "mucamas" e os abanavam, além de ambientar a festa e receber os convidados.

REPERCUSSÃO 

A cantora negra, Joyce Fernandes, conhecida como Preta Rara, fez uma série de publicações sobre o assunto em seu Instagram, na manhã deste sábado (9).

"A branquitude ama vivenciar o ranço da escravidão, porque afinal de contas eles gostariam que não tivesse acabado, mas será que acabou? Vivemos na tal escravidão moderna, onde nossas dores viram fantasias, decoração de festas pra beneficiar o mal gosto das sinhás e senhores. A senzala moderna continua sendo o quartinho da empregada", declarou a cantora. 

Ela ainda afirmou que a branquitude brasileira não tem limites. "Mulheres pretas servindo os brancos em um jantar como se fosse 1837."

De acordo com a cantora, o marido de Donata, o empresário, Nizan Guanaes, é dono de uma agência que leva o nome de um país africano que só possui uma funcionária negra. 

Alguns artistas comentaram a publicação em apoio a Preta Rara. 

"Mana, fiquei triste agora! Doeu", comentou a cantora Paula Lima. "Eu tenho vergonha dessa gente branca e de ser branca quando vejo isso", disse Mariana Lima.

Até o momento, Donata não se pronunciou sobre o assunto.