AnaMaria
Últimas Notícias / Sem noção

Festa lota as areias de Ipanema no meio da pandemia e causa revolta na web

Decreto proíbe a realização de festas até o dia 1 de janeiro, às 06h00

Da Redação Publicado em 31/12/2020, às 12h07 - Atualizado às 12h09

Festa aconteceu nas areais do Posto 9 - Twitter
Festa aconteceu nas areais do Posto 9 - Twitter

Uma festa na praia de Ipanema, realizada desde a tarde desta quarta-feira (30), chegou aos trending topics do Twitter/Rio na madrugada desta quinta (31). Tudo isso no dia em que o município do Rio chegou à marca de 14.743 mortos por covid-19.

Diversas fotos e vídeos postados pelos usuários mostravam que as centenas de pessoas reunidas não estavam seguindo nenhuma das recomendações de distanciamento social e, inclusive, a grande maioria não usava máscara.

Vale ressaltar que um decreto, assinado dia 28 deste mês pelo prefeito em exercício, Jorge Flippe, proíbe a realização de festas até o dia 1 de janeiro, às 06h00.

Este não foi um evento único. De acordo com o jornal Extra, bombeiros e policiais militares do 23º BPM (Leblon) interditaram uma festa de música eletrônica que acontecia desde as 14h no Faro Beach Club, no Leblon, Zona Sul da cidade, na noite de terça-feira (29).

SEM A TRADICIONAL VIRADA
A Prefeitura do Rio tomou a decisão de estender para toda a orla da cidade os bloqueios na noite do réveillon, entre quinta-feira (31) e sexta-feira (1º). As medidas agora valerão para as praias da Zona Sul e até o Recreio.

De acordo com o G1, a tradicional festa da virada em Copacabana já havia sido cancelada na semana passada, quando o prefeito em exercício do Rio, vereador Jorge Felippe (DEM), determinou o fechamento dos acessos, proibindo a queima de fogos e equipamentos de som na orla.

Agora, será proibido na noite da virada:

  • Acesso à praia para quem não mora no bairro;
  • Estacionamento na orla e ruas do entorno;
  • Festas e equipamento de som;
  • Queima de fogos;
  • Barraqueiros em pontos fixos;
  • Circulação de ônibus, micro-ônibus e vans de fretamento.