AnaMaria
Últimas Notícias / Críticas

Filho de Hebe Camargo critica série da Globo: ''Não reconheci minha mãe''

Marcello Camargo deu uma entrevista à Record TV para falar sobre a produção

Da Redação Publicado em 14/09/2020, às 10h11 - Atualizado às 10h11

Marcello Camargo revelou divergências com os roteiristas do filme e da série - Record TV
Marcello Camargo revelou divergências com os roteiristas do filme e da série - Record TV

Marcello Camargo, filho de Hebe Camargo, abriu o jogo e criticou o filme e a série produzidos pela TV Globo sobre a vida da apresentadora. Em entrevista ao 'Domingo Espetacular', da Record TV, do último domingo (13), ele disse que não reconheceu a mãe e falou sobre as divergências do roteiro. 

"Não estou criticando a pessoa, os artistas, a Andréa Beltrão [que interpreta Hebe na produção]. Jamais, admiro demais ela como artista. Mas eu gravei um áudio e falei: 'Carol [Carolina Kotscho, roteirista], eu sou filho dela, não posso deixar o Brasil ter essa imagem dela. De bebida, palavrão, minha mãe não falava palavrão'", desabafou.

O herdeiro da veterana também contou que os roteiristas contestavam os seus apontamentos e tentavam encontrar algum contexto. "Mas eu falei: 'Não é questão de ter um contexto, é questão de não ser real, isso não existiu. Nós assinamos, e eles também, para retirar essas cenas", complementou. 

Além disso, Marcello ressaltou que as obras da TV Globo não se tratam de uma biografia de Hebe, mas sim uma obra de ficção baseada em fatos. Ele também apontou uma abordagens da trama que o deixou incomodado. 

"Ela gostava de uma bebidinha, aí eles botam no filme inteiro. Botam no camarim, ela bebia água! Água de coco, que ela adorava. Ela era extremamente profissional. [Em outras cenas, Hebe aparece] Cambaleando, falando enrolado. Por isso eu falei, não reconheci minha mãe", destacou. 

O OUTRO LADO

A Record TV entrou em contato com a roteirista Carlona Kotscho, que rebateu as acusações de Marcello e afirmou ter carinho pela família de Hebe. "Os roteiros do filme e da série são obras de ficção inspiradas na vida da Hebe, resultado de um trabalho de cinco anos, e foram previamente aprovados pela Hebe Forever, co-produtora do filme", garantiu. 

Ela ainda disse que sua pesquisa tem base em arquivos de revistas e jornais organizados por um fã da apresentadora, que entregou à família quando ela morreu, em 2012. "Além disso, tenho registradas mais de 40 entrevistas com amigos e familiares. Todo esse material poderá ser conhecido nos quatro episódios da série documental, que está em fase de finalização", complementou.