AnaMaria
Últimas Notícias / ex-padrasto

Filho de Marília Gabriela aprova fala de Reynaldo Gianecchini: ''Galã assumindo sexualidade''

Theodoro Cochrane elogia o ex-padrasto, Reynaldo Gianecchini, após falar sobre sexualidade

Da Redação Publicado em 17/10/2019, às 13h30 - Atualizado às 13h33

Theodore Cochrane ao lado da mãe, Marília Gabriela - Marcos Ribas/Brazil News | Instagram/@reynaldogianecchini
Theodore Cochrane ao lado da mãe, Marília Gabriela - Marcos Ribas/Brazil News | Instagram/@reynaldogianecchini

Theodoro Cochrane, filho de Marília Gabriela, falou, em entrevista ao TV Fama, sobre o que pensa da sexualidade de Reynaldo Gianecchini, seu ex-padrasto. 

"Eu ouvi falar muito. Vi no Instagram dele por cima o que falou, não tive a oportunidade de ler a matéria inteira. Achei que foi tudo colocado de uma maneira educada, era um momento que ele queria falar sobre esse aspecto da vida dele", contou o ator, em matéria divulgada na última quarta-feira (16).

"Estamos num momento careta e ao mesmo tempo evoluindo, caminhando para a aceitação de uma sexualidade mais fluida. Quando você pensou ver um galã de uma novela das 9 assumindo ser uma pessoa plural sexualmente?", continuou.

Por fim, ele aproveitou para rasgar elogios ao ex-padrasto. “Que seja bem-vindo, todo mundo tem mais é que ser feliz, queira sair ou não do armário, falar ou não de sua sexualidade. As pessoas merecem ser felizes". 

SEM RÓTULOS
Em entrevista para o jornal O Globo, Gianecchini, de 46 anos, falou abertamente sobre a sua orientação sexual pela primeira vez

“Já tive sim romances com homens e acho que é esse o momento de dizer isso. Mas nunca me senti obrigado a empunhar bandeira de homossexualidade. O desejo, para mim, não passa nem pelo gênero nem pela idade", começou.

BOATOS
Theodoro Cochrane, filho de Marília Gabriela, resolveu colocar um fim em todos os boatos que levam seu nome e o de Reinaldo Gianecchini, durante uma entrevista dada para a Revista Veja.

"Dizem até hoje que o casamento deles era para acobertar uma relação minha com ele. [...] Já bati muita boca, agora eu viro a cara e saio andando. Essa história ofende a mim, ao Giane e à minha mãe", finalizou Theodore.