AnaMaria

Filho de Roberto Carlos fala sobre luta contra o câncer na parede do abdômen

Produtor musical já teve que tratar tumores e nódulos no pâncreas

Da Redação Publicado em 20/09/2020, às 17h34 - Atualizado às 17h34

Filho de Roberto Carlos fala sobre luta contra o câncer na parede do abdômen - Reprodução/Instagram
Filho de Roberto Carlos fala sobre luta contra o câncer na parede do abdômen - Reprodução/Instagram

Dudu Braga, filho do cantor Roberto Carlos, usou as redes sociais para falar a respeito da sua luta contra o câncer no peritônio, região da parede abdominal. 

O homem de 51 anos compartilhou um vídeo na sua conta oficial do Instagram, neste domingo (20), para atualizar os seguidores a respeito do seu tratamento de quimioterapia. 

O produtor musical dividiu uma gravação da filha, Laura, brincando com um cachorro e na legenda do post, contou detalhes acerca do caso. 

"Pessoal está tudo bem por aqui! A quimioterapia parece que ainda não fez efeito... Até comemos nhoque e estamos brincando com os pets!", brincou ele sobre as consequências adversas do tratamento "Obrigado pela força de todos vocês!", explicou. 

DIAGNÓSTICO

Vale lembrar que Dudu falou a respeito do diagnóstico do tumor durante uma live. 

"Na semana passada, achei até que estava com Covid-19, porque estava meio resfriado. Tinha baixado um pouco minha resistência porque fez um friozinho na semana retrasada. Ele [o médico] disse: 'a gente captou aqui uma pequena captação embaixo do abdômen, perto do umbigo, do lado esquerdo: três pontinhos bem pequenininhos. São pontos milimétricos", informou. 

Na ocasião, destacou que a esposa, Valeska Braga, e o pai ficaram chateados com o diagnóstico. 

"Meu pai ficou arrasado. Eu também, na verdade", contou ele em uma live no Instagram.

Dudu já teve que lutar contra o câncer em situações anteriores. Ele tratou um tumor no pâncreas e em 2019 encontrou um nódulo no mesmo local. 

"Quando você tem um câncer, tem que esperar cinco anos para ver se está curado. Então, todo mês faço exames de sangue e a cada três meses faço um de imagem. Isso é absolutamente normal, e eu estou acostumado", assegurou.