AnaMaria

Flávio Migliaccio morreu antes de saber que havia ganho indenização da Justiça

Ator processou TVE pela destruição de fitas com episódios de 'Tio Maneco'

Da Redação Publicado em 08/05/2020, às 09h30 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

Flávio Migliaccio deixou uma carta para a família - TV Globo
Flávio Migliaccio deixou uma carta para a família - TV Globo

O ator Flávio Migliaccio ganhou uma indenização na Justiça. Mas acabou morrendo sem saber do ressarcimento.

De acordo com a colunista Fábia Oliveira, do jornal 'O Dia', ele processou a emissora TVE após algumas fitas, com cerca de 400 capítulos da série 'Tio Maneco', terem sido destruídas pela ação do tempo. 

Flávio estrelou a série e lutou por cerca de 20 anos para receber a indenização, que já tem causa ganha.

Os valores não foram divulgados, mas sabe-se que o artista teria direito a 50% do valor da obra.

Após sua morte, a ACERP (Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto), que substituiu a TVE na disputa, entrou com um pedido de suspensão da ação.

O advogado da família, Sylvio Guerra se pronunciou na ocasião.

"A ACERP deu uma de 'urubu na carniça', meramente para fins procrastinatórios, já que o processo está com o perito e não depende de nenhum ato das partes ou da juíza, não havendo qualquer necessidade de suspensão. Comportamento desrespeitoso, desleal, odioso e que tangencia a má-fé processual", disse.