Funcionários da Globo planejam fechar a emissora em ato de protesto

Greve de funcionários da Globo deve paralisar a emissora em janeiro

Da Redação Publicado segunda 23 dezembro, 2019

Greve de funcionários da Globo deve paralisar a emissora em janeiro
William Bonner e Renata Vascellos estão à frente do 'Jornal Nacional' - Globo/ João Cotta

Nos últimos 12 meses, a Rede Globo tem implementado uma série de mudanças contratuais em diversos setores de trabalho, sobretudo no jornalismo. Além das demissões, há também cortes no plano de saúde e outros benefícios.

Para revogar isso, alguns funcionários estão organizando um grande ato contra a emissora, pelas redes sociais, na porta da unidade localizada em São Paulo. Eles pretendem fechar as duas entradas da Globo.

Segundo o colunista Ricardo Feltrin, do UOL, há dois grupos de insatisfeitos: os que querem mudanças nos planos de saúde e outros que pedem a reabertura da convenção coletiva de trabalho.

O jornalista informou ainda que a Central Globo de Comunicação negou que estas mudanças tenham prejudicado seus funcionários. 

Veja a nota na íntegra:

“Não haverá interrupção de tratamentos. O que acontece é que a Globo, como parte dos processos de busca de eficiência e evolução constante, dedicou os últimos 12 meses a estudar os pacotes de benefícios oferecidos pelas grandes empresas. E, em linha com as melhores práticas do mercado, fez alguns ajustes no seu plano de saúde para continuar oferecendo uma das mais abrangentes coberturas. A Globo está segura de ter chegado num modelo que resguarda o cuidado que historicamente tem com seus funcionários e familiares”, disseram.

Último acesso: 04 Aug 2020 - 20:22:06 (1093026).