Funcionários dos Correio ameaçam greve a partir de quarta-feira 

A federação que reúne empregados dos Correios informou que a greve será por tempo indeterminado

Da Redação Publicado terça 30 julho, 2019

A federação que reúne empregados dos Correios informou que a greve será por tempo indeterminado
Greve dos Correios deve começar a partir das 22h da próxima quarta-feira (31) - Reprodução/Instagram

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) anunciou que os funcionários dos Correios pretendem entrar em greve a partir das 22h da próxima quarta-feira (31). 

A categoria está reivindicando reajuste no valor dos salários e afirma que luta "pela manutenção de todos os direitos conquistados ao longo de décadas."

A decisão foi comunicada por Floriano Peixoto, presidente dos Correios. Ele ainda declarou que a paralisação acontecerá por tempo indeterminado. No entanto, o ministro Renato de Lacerda Paiva, também vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), convocou uma reunião entre as partes para firmar um acordo entre empresa e funcionários. 

Em junho, os trabalhadores também tentaram iniciar uma greve, que foi impedida pelo TST. O motivo teria sido a ilegalidade visto que a paralisação tinha cunho político e não o objetivo de efetivar direitos dos trabalhadores. 

Último acesso: 20 Sep 2020 - 08:30:21 (1072138).