Gerson de Souza é demitido da Record TV após acusação de assédio

Jornalista foi processado há um ano e cinco meses

Da Redação Publicado sábado 17 outubro, 2020

Jornalista foi processado há um ano e cinco meses
Gerson de Souza era repórter do 'Domingo Espetacular' - Instagram/@gersonreporter

Gerson de Souza não faz mais parte do quadro de funcionários da Record TV. O jornalista foi demitido da emissora após ser acusado de assédio sexual. A informação é do site Notícias da TV, deste sábado (17). 

De acordo com o veículo, Gerson agora é réu na Justiça de São Paulo pelo crime de importunação sexual. Quatro vítimas teriam denunciado o repórter formalmente. 

O caso veio à tona em maio de 2019. Desde então, ele seguia como contratado da emissora, no entanto, estava afastado de suas funções no 'Domingo Espetacular'. Na ocasião, ele comentou sobre as acusações de 12 funcionárias da Record TV em uma publicação no Instagram.

"Venho esclarecer que sou, e sempre fui, um homem que respeita seus colegas, independentemente de seu gênero. Qualquer pessoa que me conhece ou já trabalhou comigo sabe que eu não sou alguém que ofenderia ou deixaria alguém desconfortável", disse. 

"Sobre as acusações, no momento posso apenas dizer que o que está sendo dito sobre mim não é verdade e que confio no trabalho da polícia para esclarecer os fatos", acrescentou. Desde então, Gerson não voltou a publicar na rede social. 

 

Último acesso: 27 Oct 2020 - 17:38:38 (1127671).