AnaMaria

Globo exibe slogan anti-Bolsonaro em reta final de ‘O Tempo Não Para’

A ação repercutiu nas redes sociais no último sábado (12)

Da Redação Publicado em 15/01/2019, às 16h07 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

'O Tempo Não para' chega ao fim no dia 28 deste mês. - TV Globo
'O Tempo Não para' chega ao fim no dia 28 deste mês. - TV Globo

Na reta final, o folhetim das sete ‘O Tempo Não Para’ surpreendeu os telespectadores ao exibir um slogan que foi criado logo após a eleição de Jair Bolsonaro a presidente da República.

No capítulo do último sábado (12), vários personagens se uniram para evitar a destruição do prédio da SamVita, empresa que antes era do mocinho Samuca (Nicolas Prattes), e que foi comprada pelo vilão Lúcio (João Baldasserini).

A CENA

Na história, os defensores da SamVita se uniram em frente à construção da empresa, quando Carmen, personagem interpretada por Christiane Torlone, fez a “referência”. 

“Amigos e amigas, agora que já mostramos pra eles o quanto somos fortes, devemos mostrar nossa resistência também”, fala um personagem.  “É isso, ninguém solta a mão de ninguém”, diz Carmen.

Em matéria da Folha de S.Paulo, a Globo informou que a cena não foi proposital, tal como roteiro da novela. “Faz parte do contexto da trama, em que os personagens precisam de fato dar as mãos para abraçar o edifício”, destacou a emissora.

REPERCUSSÃO

Na web, a sequência gerou repercussão por conta fala de Torloni. “Novela mais lacradora do que nunca. Curiosamente, o vilão maior é um banqueiro globalista com pinta de mega especulador, que corrompe ‘otoridades’ estatais”, apontou um internauta.

“Eu amo uma novela que nos ensina a ser resistência sim! Nnguém solta a mãe de ninguém, e todos pela SamVita. Eu entendi a mensagem, viu Carmen?”,  disse outra telespectadora.