AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Grife Victória Secret's perde CEO após críticas por falta de inclusão

Jan Singer, CEO da marca, deixou o cargo uma semana depois o famoso desfile

Da Redação Publicado em 15/11/2018, às 15h08 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Gravação do desfile da grife Victória Secret's - Reprodução/Instagram
Gravação do desfile da grife Victória Secret's - Reprodução/Instagram

As lindas modelos são o destaque do Victória Secret Fashion Show (VSFS), promovido pela grife norte-americana anualmente. No entanto, o evento tem enfrentado duras críticas no quesito inclusão. 

Tudo porque o desfile, e as próprias lingeries vendidas pela marca, não possuem representação do biotipo plus size ou mesmo de mulheres trans. 

SAÍDA TUMULTUADA

Após trabalhar por dois anos na empresa, Jan Singer pediu demissão na última quarta-feira (14). A principal motivação seriam questões financeiras.

No entanto, reportagens do jornal The Financial Times e da revista People, afirmam que a decisão foi influenciada por Ed Razek, chefe de marketing da L Brands, empresa-mãe do VSFS.

Razek afirmou que a marca não irá contratar modelos transgêneros ou curvilíneas, pois não existe interesse nisso. 

Após a declaração, Ed Razek foi às redes sociais pedir desculpas, admitindo que foi insensível.

Ele alegou ainda que modelos trans até participaram do processo de seleção do desfile, mas que, assim como outras, não passaram para a fase final.

"Eu admiro e respeito suas jornadas para abraçar o que elas realmente são", disse

{# Taboola Newsroom #}