AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Hashtag pedindo pelos resultados da pesquisa da XP Investimentos viraliza

'Libera a pesquisa XP’ ficou entre os assuntos mais comentados no Twitter

Da Redação Publicado em 09/06/2022, às 15h50

Internautas cobram liberação de pesquisa sobre o cenário eleitoral após XP Investimentos cancelar divulgação - Unsplash/Marten Bjork
Internautas cobram liberação de pesquisa sobre o cenário eleitoral após XP Investimentos cancelar divulgação - Unsplash/Marten Bjork

Após ter sido noticiado que a corretora XP Investimentos desistiu de publicar uma pesquisa eleitoral devido ao ataque de grupos bolsonaristas, a hashtag ‘Libera a pesquisa XP’ viralizou nas redes sociais.

A informação foi dada pela jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, nesta quinta-feira (9). Segundo a colunista, apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) atacaram a corretora na internet e ela chegou a perder investidores por causa das últimas pesquisas publicadas, que mostravam Lula (PT) à frente de  Bolsonaro no cenário eleitoral.

A pesquisa, inclusive, chegou a ser registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-06295/2022, mas foi retirada do site por determinação da XP Investimentos.

Mais tarde, o assunto chegou ao Twitter, e internautas apontaram medo por parte de Bolsonaro, por estar muito atrás do adversário nas pesquisas, enquanto outros questionaram a confiabilidade na corretora. E claro, o assunto gerou diversos memes na rede.


Em nota, a XP Investimentos afirmou que a pesquisa não foi cancelada, somente adiada: "A realização das pesquisas terá periodicidade mensal, com número de entrevistas ampliado em relação às realizadas nos levantamentos anteriores. As próximas pesquisas registradas no Tribunal Superior Eleitoral já estarão adequadas ao novo formato".

ENTENDA

A corretora XP Investimentos suspendeu a publicação de uma pesquisa de intenção de voto após receber ataques de bolsonaristas e sofrer com fechamento de contas, segundo informações publicadas pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, nesta quinta-feira (9).

Últimas enquetes mostravam Lula (PT) com ampla vantagem sobre Jair Bolsonaro (PL). Inclusive, em uma pesquisa que questionava aos eleitores quem eles consideravam o candidato mais honesto, 35% respondeu que considerava o petista mais honesto que o atual presidente.

Isso agravou os ataques à XP Investimentos, que cancelou a publicação no levantamento mais recente que seria divulgado nesta sexta-feira (10). Para tentar amenizar a situação, a corretora decidiu passar a divulgar as pesquisas mensalmente, e não mais semanalmente.

Em nota, a XP Investimentos reforçou que a pesquisa não será cancelada e só ampliará sua periodicidade para ter um “número de entrevistas ampliado em relação aos levantamentos anteriores, oferecendo uma ferramenta ainda mais ampla para que os investidores compreendam o cenário eleitoral e seus impactos no mercado”.

A colunista informou que os ataques são feitos pelas redes sociais, e que até mesmo o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), um dos filhos do presidente, chegou a ironizar as pesquisas.

Além disso, houve uma espécie de boicote à corretora. Isso porque muitas pessoas que apoiam o atual governo retiraram seus investimentos ou fecharam suas contas na XP, principalmente clientes relacionados ao agronegócio. Alguns acionistas da corretora têm questionado as pesquisas internamente.

{# Taboola Newsroom #}