AnaMaria

'Hipster da Federal' tem surto psicótico e é morto a tiros após invadir propriedade

Lucas Soares Dantas Valença, o 'Hipster da Federal', foi baleado após invadir uma casa na zona rural de Buritinópolis, em Goiás

Da Redacão Publicado em 03/03/2022, às 13h11

O 'Hipster da Federal' ficou famoso por seu visual diferenciado nas reportagens sobre a Lava Jato - Instagram/@valenca26
O 'Hipster da Federal' ficou famoso por seu visual diferenciado nas reportagens sobre a Lava Jato - Instagram/@valenca26

O policial federal Lucas Soares Dantas Valença, famoso por ser o 'Hipster da Federal', baleado e morto na cidade de Buritinópolis, em Goiás, após invadir uma casa na zona rural durante um surto psicótico nesta quinta-feira (3).

Conhecido como 'Hipster da Federal' por apostar em um coque e uma barba comprida e, assim, chamar atenção quando aparecia em fotos e reportagens sobre a Operação Lava-Jato, Lucas estava tendo um surto desde o dia anterior à sua morte.

Segundo o boletim de ocorrência registrado pela polícia e divulgado pela TV Anhanguera (Globo), o policial entrou na residência em que foi morto aos gritos, afirmando que "havia um demônio" lá. Os moradores da casa, um casal e a filha de três anos, foram pegos de surpresa.

O dono da casa decidiu agir e matou Lucas Valença a tiros. Apesar de alegar legítima defesa e por ser dentro de sua casa, o homem foi preso por porte irregular de arma de fogo. Contudo, ele pagou sua fiança e aguarda em liberdade.

O morador continua prestando depoimentos e ajudando nas investigações. Segundo ele, antes de atirar no ex-policial, a casa estava completamente escura, porque Lucas teria desligado o disjuntor de energia. Após o tiro, o homem teria religado a luz, prestado socorro à vítima, além de solicitar uma viatura e uma ambulância.

OUTRO SUSTO

O ator José Carlos Sanches foi encontrado morto em seu apartamento, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, na última sexta-feira (25). O ator tinha 67 anos e segundo informações do G1, a Polícia foi chamada após vizinhos sentirem um cheiro forte vindo do local. Ele já estava em estado avançado de decomposição.

De acordo com as informações, ele pode ter morrido há pelo menos quatro dias, detalhe que será confirmado por uma série de exames que serão realizados por legistas. O caso é investigado é pela 12ª DP (Copacabana).

José Carlos fez sucesso nos anos 80, onde participou de várias novelas na Globo, dentre elas ‘Água Viva’ (1980), ‘Tititi’ (1985), ‘Anos Dourados' (1989), ‘Que Rei Sou?’ (1989). Seu último trabalho do ator na TV Globo foi a série "Afinal, o que querem as mulheres?"