AnaMaria
Últimas Notícias / Polêmica

Homem acusado de racismo por Maju Coutinho pede indenização à Globo

Indiciado por hackear perfis da emissora em 2015, ele foi absolvido por falta de provas

Da Redação Publicado em 16/10/2020, às 10h53 - Atualizado às 10h54

Maju Coutinho, apresentadora do 'JH' - Globo
Maju Coutinho, apresentadora do 'JH' - Globo

Um dos quatro homens acusados de proferirem ataques racistas à jornalista Maju Coutinho, apresentadora do ‘Jornal Hoje’, entrou na Justiça com um pedido de indenização equivalente à R$ 782. 210, 51, como reparação pela exposição de sua imagem no caso. As informações são da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Kaique Batista, absolvido do processo de injúria racial pela falta de provas, esteve envolvido, em dezembro de 2015, como suspeito de um grupo que hackeou perfis da emissora nas redes sociais e publicou ofensas à Maju por conta da cor da pele.

Na reportagem do ‘Jornal Nacional’, transmitida na época, o homem foi filmado saindo de sua casa para prestar esclarecimentos na delegacia. A polícia apreendeu computadores e celulares do suspeito, todos levados para avaliação no Ministério Público.

Pela ação apresentada no tribunal, a defesa de Kaique afirma que ele precisou se mudar para não morrer, ao ter a residência apedrejada. Segundo os advogados, a repercussão causada pela emissora e Maju o prejudicaram financeiro e psicologicamente.

“Com essa barbárie, a Rede Globo e a corré Maju Coutinho destruíram a vida de um ser humano”, diz parte do documento. “Diante disso, se espera que seja feita justiça”, completa.