AnaMaria
Últimas Notícias / Meio-ambiente

Ilha está banindo uso de protetores solares considerados tóxicos

Turistas que vierem com esses tipos de produtos terão eles confiscados

Por Redação Publicado em 12/11/2018, às 09h15 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Ilha de Palau fica no oceano Pacífico. - Reprodução/Portal Consular
Ilha de Palau fica no oceano Pacífico. - Reprodução/Portal Consular

Palau, uma ilha localizada no oceano Pacífico, proibiu o uso de protetores solares com componentes tóxicos. A ideia do presidente Tommy Remengesau Jr., que assinou a lei na última semana, é proteger os recifes de corais.

O país reconhece que existem ao menos dez tipos de componentes tóxicos nestes protetores, e que causam danos ambientais irreparáveis.

Além disso, eles também solicitam aos guias turísticos que providenciem a seus clientes materiais reutilizáveis, tais como copos, canudos e embalagens de comidas, visando proteger a natureza da região e o turismo, uma das principais fontes de renda do país.

MULTAS DE ATÉ US$ 1.000

Palau segue o exemplo do Havaí, que em julho passado proibiu protetores solares com oxibenzona e octinoxato. Turistas que vierem ao país com esses tipos de produtos terão eles confiscados. 

Alguns vendedores do local já estão se adaptando a nova regra, que entrará definitivamente em vigor em 2020. Quem não cumprir a lei será multado em até US$ 1.000, o que dá cerca de R$ 3.730, na cotação desta segunda-feira (12).