AnaMaria
Últimas Notícias / Novidades

Imunizante da Pfizer como reforço aumenta em 20 vezes anticorpos da CoronaVac

Estudo mostra que a terceira dose potencializa a imunização

Da Redação Publicado em 26/09/2021, às 17h09 - Atualizado em 27/09/2021, às 09h35

Vacina - Pixabay/Spencer Davis
Vacina - Pixabay/Spencer Davis

O uso do imunizante da Pfizer em pessoas que já receberam as duas doses da vacina CoronaVac, aumenta em até 20 vezes o nível de anticorpos. O dado surgiu após resultados preliminares de uma pesquisa feita em voluntários de um estudo no Uruguai. 

No país, 24% da população já recebeu as três doses da vacina contra a covid-19. A pesquisa completa tem 200 envolvidos e vai ter duração de dois anos, com coletas de sangue frequentes dos participantes.

Para chegar ao resultado, foram coletadas amostras de sangue de  57 participantes, em quatro situações diferentes: antes de receberem um imunizante, 18 dias depois da vacinação, 80 dias em média após a vacinação, e 18 dias em média após o reforço com o imunizante Pfizer.

Na primeira amostra, nenhum participante tinha anticorpos contra a covid-19, o que já era esperado pelos pesquisadores, pois nenhum deles contraiu o vírus. Já na segunda, 18 dias após receberem o imunizante, 100% dos envolvidos apresentaram anticorpos, em níveis variados. 

Na terceira amostra, 80 dias após a imunização completa, foi detectado uma diminuição de anticorpos nos níveis que a segunda mostra exibia. Por fim, os participantes receberam o imunizante da Pfizer e tiveram aumento no nível de anticorpos, em média 20 vezes, comparado ao da segunda amostra.

Vale ressaltar que a vacina não impede de contrair a covid-19, porém reduz as chances de desenvolver o nível da doença.