Internautas pedem que Gabriela Duarte interdite a mãe, Regina Duarte

Após entrevista polêmica de Regina Duarte, fãs pedem que Gabriela Duarte tome uma atitude

Da Redação Publicado sexta 8 maio, 2020

 Após entrevista polêmica de Regina Duarte, fãs pedem que Gabriela Duarte tome uma atitude
Gabriela foi cobrada após declarações da mãe, Regina - Reprodução/ Instagram

A entrevista concedida por Regina Duarte para a CNN Brasil, na noite da última quinta-feira (07), deu o que falar nas redes sociais. 

A atriz e atual secretária de cultura do governo Bolsonaro foi bastante criticada pela maioria da classe artística. Só que, dessa vez, sobrou até para a filha da veterana, Gabriela Duarte. 

Muitos seguidores resolveram deixar diversos comentários na última publicação feita pela atriz no Instagram, cobrando um posicionamento da mesma sobre as atitudes da mãe. 

Enquanto uns questionavam se Regina tinha algum problema, outros pediam a internação da secretária. 

"Tu não tem vergonha da tua mãe, não? Pelo amor de Deus!", perguntou uma internauta. "Amada, desculpa me intrometer, mas não seria o caso de interditar sua mãe?", sugeriu outra. "Dá uns toques nela porque ela precisa. Assistir uns documentários, quem sabe ler uns livros de história talvez ajude", completou uma terceira. 

Até o momento, Gabriela ainda não se manifestou sobre o assunto.

ENTREVISTA

Regina Duarte acabou se irritando durante uma entrevista concedida para a 'CNN Brasil', na última quinta-feira (7). 

Tudo começou quando uma mensagem de Maitê Proença, questionando as atitudes da ex-global na sua gestão, começou a ser veiculada.

A secretária se irritou e começou a perguntar os motivos de estarem apresentando o vídeo, que foi enviado para a imprensa nesta tarde. A gravação foi interrompida e a ex-atriz retornou a falar. 

"O que você ganha com isso? Quem é você que está desenterrando uma fala de Maitê de dois meses atrás? Eu não quero ouvir, ela tem o meu telefone. Eu tinha tanta coisa para falar, vocês estão desenterrando mortos", destacou Duarte. 

Logo em seguida, Regina foi questionada a respeito das mortes que ocorreram no período da Ditadura Militar: "Stálin, quantas mortes? Hitler, quantas mortes?", rebateu.

E acrescentou: ''Não quero arrastar um cemitério de mortos nas minhas costas, sou leve. Tô viva, estamos vivos. Vamos ficar vivos. Por que olhar para trás? Não vive quem fica arrastando cordéis de caixões", destacou.

Já sobre a pandemia do Novo Coronavírus, destacou que há uma morbidez envolta da doença e assegurou não que queria fazer um ''obituário'' sobre as mortes de artistas que foram causadas pela doença. A entrevista acabou sendo encerrada após a confusão. 

Nas redes sociais, Bruno Gagliasso, Walcyr Carrasco, Anitta e Claudia Abreu foram alguns dos artistas que ficaram chocados com as declarações da secretária. 

Último acesso: 19 Jun 2021 - 19:18:53 (1109486).