ultimas-noticias   / Investigações

Jair Bolsonaro poderá será indiciado por charlatanismo pela CPI

Crimes, somados, podem chegar a uma pena de mais de 18 anos de prisão

Da Redação Publicado quinta 12 agosto, 2021

Crimes, somados, podem chegar a uma pena de mais de 18 anos de prisão
Jair Bolsonaro, atual Presidente da República - Instagram/@jairbolsonaro

Jair Bolsonaro (sem partido) pode ser condenado a uma pena de mais de 18 anos de prisão. Isso porque os responsáveis pela CPI da Covid pretendem sugerir que o presidente da república seja indiciado pelos crimes de curandeirismo, charlatanismo, publicidade enganosa, entre outros crimes.

De acordo com Mônica Bergamo, jornalista do jornal Folha de S.Paulo, esse indiciamento foi discutido na última quarta-feira (11), durante reunião realizada entre o presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), o vice-presidente, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e o relator, Renan Calheiros (MDB-AL).

A decisão teria sido tomada após o diretor da farmacêutica Vitamedic, Jailton Barbosa, revelar durante seu depoimento que a empresa patrocinou a publicidade do medicamento ivermectina como eficaz no tratamento da covid-19, apesar de o medicamento não possuir respaldo científico especificamente contra essa doença.

Vale ressaltar que o Bolsonaro foi um dos principais divulgadores do remédio como eficaz no tratamento do novo coronavírus. Segundo Bergamo, a CPI da Covid também pretende responsabilizar a empresa Vitamedic analisando o pedido de bloqueio de bens da farmacêutica, que lucrou com a venda da ivermectina. 

VOTO IMPRESSO
Até a publicação desta nota, o presidente ainda não havia se manifestado sobre o possível indiciamento em suas redes sociais. Em vez disso, ele voltou a falar sobre a questão do voto impresso, que foi definitivamente encerrada após votação no congresso nacional.

Para isso, ele usou uma antiga matéria apresentada pelo falecido jornalista Ricardo Boechat na Band, com dados de 2004.

Último acesso: 01 Dec 2021 - 19:11:08 (1148730).