AnaMaria
Últimas Notícias / Polêmica

Joelma é processada por dez ex-funcionários que alegam ter sido ameaçados

Cantora veio a público repudiar as informações da colunista Fabia Oliveira

Da Redação Publicado em 14/04/2020, às 13h43 - Atualizado às 16h24

Joelma pode apagar até R$ 233 mil - Instagram/ @joelmaareal
Joelma pode apagar até R$ 233 mil - Instagram/ @joelmaareal

Joelma está sendo processada na Justiça do Trabalho por pelo menos dez ex-funcionários. De acordo com informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, publicadas nesta terça-feira (14), tudo teve início com uma demissão coletiva em 2017, sem justa causa.

Entre os demitidos, estariam músicos da banda, técnicos, seguranças e outros funcionários que trabalhavam no escritório da artista. Na ação judicial, eles cobravam verbas rescisórias da cantora, que teria pago menos do que o valor correto na ocasião.

Apesar de não terem recebido o total, alguns funcionários decidiram não levar o processo adiante e fizeram um acordo com Joelma. Contudo, ela teria descumprido o combinado após pagar parcelas atrasadas e não quitar multas. Os valores das causas variam entre R$ 25 mil e R$ 233 mil.

Ainda de acordo com a coluna, as demissões aconteceram com a troca de produtor da paraense. Os funcionários teriam dito que não iriam se pronunciar oficialmente, pois foram ameaçados de processo se falassem com a imprensa.

O OUTRO LADO

Procurada por AnaMaria Digital, a assessoria da cantora Joelma nega que ela tenha pago valores rescisórios a menos para seus ex-funcionários. 

"Informamos ainda que, apesar de ter havido discussão processual com alguns dos funcionários que pertenceram a sua banda e que buscaram verbas de natureza extraordinária, em momento nenhum houve questionamento dos valores pagos pela artista. Ressaltamos também que a maioria dos processos acordados foram encerrados em 2019", diz a nota oficial.