AnaMaria

Jornalista da ESPN se pronuncia sobre morte do filho de 5 anos: ''Sentimento de vazio absurdo''

Mendel Bydlowski se despediu do filho de 5 anos que morreu após sofrer acidente doméstico

Da Redação Publicado em 11/01/2020, às 14h48 - Atualizado às 14h51

Mendel, o filho Arthur e a esposa. O menino morreu aos 5 anos - Instagram/@mendelbyd
Mendel, o filho Arthur e a esposa. O menino morreu aos 5 anos - Instagram/@mendelbyd

Mendel Bydlowski, jornalista da ESPN, se despediu do filho de 5 anos, Arthur Loiola Bydlowski, que caiu da janela de um prédio no Guarujá, no litoral de São Paulo. O repórter compartilhou um texto para lamentar o ocorrido no Instagram, neste sábado (11).

Ele publicou algumas fotos do menino sozinho e com a família, e agradeceu ao apoio que vem recebendo. Além disso, Mendel manifestou sua gratidão ao socorro prestado a Arthur, citando as pessoas que rezaram em frente ao prédio, o empenho dos médicos e a atenção de policiais, bombeiros, SMU e hospital. 

O jornalista lembrou também das mensagens de solidariedade de colegas de trabalho, amigos, atletas e anônimos.

Por fim, o repórter da ESPN contou uma história sobre Arthur, para exemplificar o tipo de criança que era. "Eu vivia com medo, imaginando como ele iria enfrentar esse mundo em que vivemos, com essa pureza dele. No ano passado, ele juntou em um cofrinho moedas que sobravam de compras que a gente fazia", lembrou.

"Falamos que ele podia comprar um presente no fim do ano com esse dinheiro, mas ele teve outra ideia. Mandou mensagens para toda a família e disse que, quem se comportasse bem, ganharia um sorvete pago por ele no fim do ano. Ele cumpriu a promessa e todos ganharam sorvetes", recordou. 

ENTENDA

Mendel Bydlowski passava férias com a família na cidade e estava hospedado em um apartamento em frente à Praia de Pitangueiras. Arthur brincava com o irmão menor perto da janela da sala e, na brincadeira, acabou forçando um vidro, que já estava quebrado e cedeu.

Em nota, a Secretaria de Saúde (Sesau) informou que Arthur foi encaminhado para Hospital Santo Amaro, mas assim que chegou à unidade de atendimento, a vítima teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.